segunda-feira, 24 de agosto de 2009

A TEOLOGIA POBRE PRECISA DE UMA REFORMA URGENTE

"Mas receio que, assim como a serpente enganou a Eva com a sua astúcia, assim também sejam corrompidas as vossas mentes, e se apartem da simplicidade e pureza devidas a Cristo" (II Coríntios 11.3).
















Catedral de Wittemberg

Vivemos momentos de crises diversas em nosso país: econômica, educacional, habitacional, religiosa, entre outras. Mas, há também a crise teológica. Nossa pobre nação tupiniquim não consegue formar teólogos ou teologias que subsistam a crises ou respondam às angústias do brasileiro do século XXI. Sofremos um período de verdadeira sequidão intelectual e teológica como nunca se viu antes. Nossos modelos referenciais nessa área falharam e seus conceitos de moralidade faliram, outros se deixaram levar pela teologia-filosofia-maligna que nega a Soberania de Deus.

A pobreza teológica é visível também em muitos de nossos cursos teológicos, cheios de liberais e neoliberais com suas idéias curtas acerca da Divindade. Também paupérrimos são os conservadores ortodoxos "sistematicamente" bitolados em sua visão de um Deus nada criativo, quase mórbido. Nem um nem outro produzem uma teologia realmente livre, brasileira. Recorrem ao charlatanismo americanizado em livros que nada dizem de novo. São todos compiladores profissionais, copiadores de idéias alheias. Maldita seja a teologia que não produz resultados no ou para o Reino de Deus. Malditos sejam os teólogos de carteirinha que exibem diplomas em seus escritórios ou gabinetes e nada têm de piedade em suas vidas. São religiosos com as mentes treinadas para elaborar sofismas, enriquecem a custa da miserabilidade intelectual de nosso povo evangélico.

Cazuza, cantor e compositor profano, cantou certa vez "meus heróis morreram de overdose/ meus inimigos estão no poder/ ideologia/ eu quero uma pra viver". Causa-nos perplexidade a mudança de rumo daqueles que poderiam ser uma voz profética em nossa nação. Há aqueles que se aproveitam do triste momento histórico-teológico para esbravejar na televisão sua salada em forma de pregações, outros se valem da tal "teologia" doentia da prosperidade, da confissão positiva, do triunfalismo, do misticismo, do fetichismo; valem-se da maldição hereditária, culpam os demônios pelos seus próprios pecados, elaboram teologias pragmáticas-mercantilistas e outros que começaram na base da comunidade, identificando-se com os pobres - leia-se ovelhas -, tornaram-se burgueses elitistas e pastores de si mesmos. São pastores-filósofos, acadêmicos frios e esquisitos, sem noção das necessidades do rebanho, perderam a visão, a compaixão e a simplicidade que há em Cristo (II Co.11.3).

Meu conceito de teologia livre não é uma teologia sem hermenêutica, sem tradição histórica, sem curso teológico, nem política-libertadora, mas sim teologia simples – não simplória, ingênua – bíblica, com unção do Espírito, teologia pé-no-chão, expressão do Amor e da Soberania de Deus igualmente, teologia pedro-joão-paulo-tiago-ágabo-timóteo-silas-maria-áquila-priscila, teologia primitiva, com sinais genuínos do Reino em nós, sem floreios, sem as amarras do intelectualismo acadêmico ou as ataduras do conservadorismo indolente, sem escritório ou gabinete; comprometida com o rebanho, com o pastoreio de almas, com o Reino de Deus aqui na Terra e com a comunidade. O enriquecimento teológico virá quando voltarmos à Bíblia a exemplo dos reformadores e deixarmos o neo-escolasticismo reinante em nossos cursos e em muitos púlpitos ditos evangélicos. Teologia livre não tem opção preferencial por classes, nem se fixa na pessoa do rico ou em sua conta bancária. É livre, transcende barreiras, sai do templo, vai às ruas, às praças e areópagos da vida, promovendo mudanças espirituais, éticas e sociais.

Pr. Guedes

10 comentários:

Anônimo disse...

Amado Pastor, exelente texto.Lamentavelmente hoje temos "teologos e doutores em divindade" para os mais variados gostos (publico). Homens que não tem compromisso com Deus e muito menos com a igreja do SENHOR, alguns dissem ter uma palavra "profetica", palavra esta aprendida com um dos homens mais sabios do mundo (o senhor me entende), o outro diz ter um "avivamento" para esses dias,avivamento este baseado em movimento humano é não espiritual.Tudo isso não passa de uma teologia pobre, plagiada de homens mais preocupados com sigo mesmos e com seus imperios do que com a PALAVRA de DEUS. Não sou contra a teológia, ao contrario acredito que devemos crescer na graça é também no conhecimento, devemos sim estudar é nunca nos esquecermos da simplicidade do EVANGELHO, pois este é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que nele crê.
Um forte abraço, a Paz do Senhor.
Pr. Clemente Macedo

Pastor Jesiel Freitas disse...

Que a Paz do Supremo Criador e Sustentador de todas as coisas seja contigo amado companheiro e nobre amigo!

Foi com grande satisfação que lí esta noite seu comentário em meu blog e sentí-me honrado pela visita do amigo. É fato que não tenho blog tão excelente quanto o teu, nem tantos seguidores; até porque somente recentemente é que resolvi dar atenção especial ao mesmo. Sabe o quanto o admiro pelo seu chamado e vocação, tanto quanto pelos dons e talentos recebidos do SENHOR de toda glória! Grande abraço ao amigo e espero novos contatos. Vez ou outra convido-o a passar pelo meu blog para supervisionar as matérias alí postadas, seja por minha equipe ou por mim mesmo. Grande abraço e deixo novamente aquí meus endereços para que seus leitores possam visitar-me:

www.prjesielfreitas.blogspot.com
www.jesielfreitas.com.br
www.twitter.com/JesielFreitas

Anseio por este reencontro para uma boa prosa não somente saudosista, mas também para nos inteirarmos das atualidades. Shalom!

Em Cristo:

Seu conservo: Pr. Jesiel Freitas

pastor guedes disse...

Prezado Pr. Clemente,

Agradeço por sua visita e mais uma vez por seu comentário sempre equilibrado.

Vivemos tempos difíceis, como está escrito, e parece que a tendência é a igreja encher-se de "doutores" que parecem saber tudo, porém seus procedimentos negam a eficácia da piedade e a identificação com as almas (Mt.23).

Muitos escribas, muitos doutores da lei, muito farisaísmo e pouco Cristianismo, pois os discípulos do Senhor Jesus tem identificação com a simplicidade do Evangelho, com a vida piedosa, com o Reino, com as almas, independente da raça, da classe, cultura ou faixa etária. Nesse sentido, a teologia empobreceu e as igrejas ficaram também empobrecidas com um evangelho enlatado, elitista e segmentado.

Que Deus, amado pastor e amigo, continue abençoando sua vida, sua família e seu ministério.

Do amigo, Guedes

Regeane disse...

Prezado Pr. Guedes,

Quero parabenizá-lo pelo texto e dizer que ao meu ver a teologia empobreceu muito com a ascensão ou chegada da teologia da prosperidade. Os valores espirituais e a piedade foram substituídos pelo pragmatismo e o elitismo evangélico.

Deus lhe abençoe e mais uma vez parabéns pelos seus artigos.

pastor guedes disse...

Querido e Nobre Pr. Jesiel,

Nem é preciso dizer que a recíproca é verdadeira, que também sou admirador de sua pessoa e que lhe tenho apreço. Sua amizade me faz muito bem e fiquei muito feliz por encontrar seu endereço na blogosfera.

Quanto ao número de seguidores é porque ainda não descobriram seu blog, mas sei que vai estourar, posto que sua eloquencia, capacidade de síntese e crítica é incomum.

Quanto aos dons e talentos, não preciso falar o que Deus lhe concedeu, pois sua vida, o ministério que Deus lhe outorgou e suas pegadas falam por si.

Obrigado por visitar meu humilde blog e deixar seu comentário. Suas palavras enriqueceram muito esse espaço.

Forte abraço.

Do amigo, Guedes.

pastor guedes disse...

Prezada Regeane,

Obrigado por sua visita e comentário.

Comungo com sua visão e acrescento ainda o elitismo que introduziu na teologia uma filosofia maligna que descaracteriza a teologia simples, conhecida das igrejas. Trarta-se da teologia com muito floreio filosófico e psicológico com ênfase no estudo dos temperamentos e da auto-ajuda; teologia "profunda" e infelizmente vazia, dissociada do Evangelho que salva, cura, liberta e trasnforma o pecador.

Os doutores estão enchendo as igrejas de "conhecimento" e as esvaziando da piedade com suas teorias absurdas. É o gnosticismo evangélico pelo avesso. É isso!

Deus lhe abençoe.

Irmão Guedes.

Newton Carpintero, pr. disse...

Prezamado pr. Guedes,

A paz do Senhor!

Amém!

O Senhor seja contigo!

pr. Newton Carpintero
www.pastornewton.com
Contra a Falácia da Prosperidade!

pastor guedes disse...

Pr. Newton,

Obrigado pela visita e comentário. É sempre bom tê-lo por aqui.

A Paz!

Anônimo disse...

PR. GUEDES,

FICO FELIZ QUE UM HOMEM DE DEUS COMO O SENHOR ESTEJA PREOCUPADO EM LEVAR UMA REFLEXÃO COMO ESSA ATÉ NÓS QUE SOMOS LEIGOS!

BOA SORTE.

ROMILDA - CUIABÁ.

Pastor Guedes disse...

CARA IRMÃ ROMILDA,

A PAZ DO SENHOR!

SUAS PALAVRAS EM SEU COMENTÁRIO NÃO PARECEM SER DE UMA LEIGA, MAS DE ALGUÉM COMPLETAMENTE COMPROMETIDA COM O REINO E COM SEDE DE APRENDIZADO. FICO FELIZ QUE A IRMÃ TENHA GOSTADO OU SIDO EDIFICADA.

DEUS ABENÇOE SUA VIDA!!!

NO AMOR DE CRISTO!