sexta-feira, 26 de junho de 2015

APROVADO O CASAMENTO GAY EM TODO TERRITÓRIO AMERICANO

Defensores do casamento gay comemoram em frente à Suprema Corte em Washington, nos EUA, após aprovação do casamento de casais do mesmo sexo pela constituição. Com o resultado o casamento será legalizado em todos os 50 estados (Foto: Joshua Roberts/Reuters)
A Suprema Corte americana votou nesta sexta-feira (26) a aprovação do direito de casais do mesmo sexo se casarem pela Constituição, uma vitória para o movimento pelos direitos homossexuais no país.
O presidente americano, Barack Obama, disse no Twitter que a aprovação é um grande passo para a igualdade de direitos. "Casais de gays e lésbicas têm agora o direito de se casar, como todas as outras pessoas. #Oamorvence", disse o presidente. Ele fez um pronunciamento e disse que a decisão é uma "vitória para a América".A Corte aprovou por cinco votos a quatro a garantia do matrimônio pela Constituição, o que significa que os estados não podem mais barrar os casamentos entre homossexuais. Com a votação, o casamento será legalizado em todos os 50 estados. 
A pré-candidata democrata à presidência dos EUA, Hillary Clinton, também comemorou a decisão em seu perfil na rede social.

FONTE: http://g1.globo.com/mundo/noticia/2015/06/suprema-corte-dos-eua-aprova-o-casamento-gay-nacionalmente.html

O PAPA DEMONSTRA SUA PREFERÊNCIA PELA PALESTINA ATRAVÉS DE ACORDO BILATERAL HISTÓRICO

O presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, cumprimenta o papa Francisco

A Santa Sé e o "Estado da Palestina" assinaram nesta sexta-feira (26) um histórico acordo sobre os direitos da Igreja católica nos territórios palestinos, anunciou o Vaticano em um comunicado.

A preparação deste texto por uma comissão bilateral levou 15 anos. Embora o Vaticano se refira ao "Estado da Palestina" desde o início de 2013, os palestinos consideram que a assinatura do acordo equivale a um reconhecimento de fato de seu Estado, o que irrita Israel.

O acordo foi assinado no Palácio pontifício pelo secretário para as relações com os Estados (ministro das Relações Exteriores), pelo prelado britânico Paul Richard Gallagher e pelo ministro palestino de Relações Exteriores, Riyad al-Maliki.

O acordo expressa o apoio do Vaticano a uma solução "do conflito entre israelenses e palestinos no âmbito da fórmula de dois Estados", havia explicado em maio o monsenhor Antoine Camilleri, chefe da delegação da Santa Sé.

Para a Organização para a Libertação da Palestina (OLP), este acordo converte o Vaticano no 136º país a reconhecer o Estado da Palestina.

Para Israel, por sua vez, "uma decisão como essa não faz o processo de paz avançar e afasta a direção palestina das negociações bilaterais".

A Santa Sé tem relações com Israel desde 1993. Negocia desde 1999 um acordo sobre os direitos jurídicos e patrimoniais das congregações católicas no Estado hebreu, mas cada reunião semestral termina com um fracasso.

FONTE: http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/afp/2015/06/26/vaticano-e-palestina-assinam-primeiro-e-historico-acordo.htm

quarta-feira, 24 de junho de 2015

PERSEGUIÇÃO: ÓDIO A ISRAEL, DESPREZO PELA IGREJA

Resultado de imagem para ódio por Israel e pela Igreja

Como é do conhecimento de muitos, o mundo está se unindo contra o governo de direita do Estado de Israel e alinhando seus discursos a favor da Autoridade Palestina. Não bastassem os esforços de cantores, celebridades e intelectuais que boicotam Israel em suas apresentações, agora vê-se um movimento pró-Palestina jamais visto. Também vê-se uma perseguição institucional, ainda que tácita no momento, contra a Igreja e seus valores e princípios cristãos.

Não ignoro os abusos do governo ditatorial israelense, principalmente a forma como trata os cidadãos palestinos em suas fronteiras. Quem não sabe que Israel não cumpre o acordo de Oslo? Quem não conhece o avanço dos assentamentos de israelenses em terras não permitidas? Contudo, conhecendo as Escrituras e sendo sabedores de que o mundo inteiro voltar-se-á contra o povo judeu no fim dos tempos, basta-nos orar pelo futuro da nação de Israel e pelo mundo. Difícil é defender as atrocidades que se cometem dentro dos limites do Estado de Israel, mais difícil ainda é não entender que Israel também precisa se defender de um Estado terrorista que é o caso da Autoridade Palestina.

Li, alhures, uma carta do ex-ministro dos Direitos Humanos, Paulo Pinheiro, tentando convencer Gilberto Gil e Caetano Veloso a não se apresentarem em Israel. Na carta, o também membro da Comissão da Verdade, cita a violência contra as crianças e a imoralidade dos muros que chegam a oito metros de altura para isolarem os cidadãos palestinos. Todavia, não li nada do missivista, com a mesma ênfase, sobre o Estado Islâmico e sobre a morte de cristãos que acontecem diariamente no Iraque e noutras regiões do Oriente Médio. Também não vi a mesma preocupação de Roger Waters, fundador do Pink Floyd, outro que escreveu aos artistas brasileiros, com os milhares de cristãos, sejam católicos ou protestantes-evangélicos, mortos por crucificação, apedrejamento, afogamento ou sendo carbonizados. E o que dizer das centenas de mulheres estupradas por mais de dez vezes no mesmo dia ou o que pensar sobre a prostituição forçada, onde os enviados da ONU trocam comida por sexo com mulheres e jovens adolescentes? Muitas dessas mulheres e jovens estão cometendo suicídio por não aceitarem ou não suportarem a condição de prostituição imposta.

O ódio a Israel e aos demais judeus espalhados pelo mundo crescerá de modo proporcional ao desprezo pela Igreja e seus valores e em breve uma coisa estará relacionada à outra. Não falo do cristianismo nominal e instituído enquanto religião "oficial", mas, sim, de um Cristianismo puro e simples, livre das amarras com governos e movimentos secularizados, materialistas e políticos. O mundo marcha a passos largos para uma ultra-secularização, onde os valores da sociedade cristã, tendo como base a tradição chamada judaica-cristã do primeiro século, serão abolidas e uma minoria será perseguida até ser esmagada totalmente.

A saída para Israel e para a Igreja está em um Rei que virá e um Reino que será estabelecido. A solução é continuar tendo esperança, orando e crendo que Jesus, o judeu sem ódio, o noivo esperado, virá arrebatar seu povo das mãos de um governo mundial totalitário e implantar o Seu Reino de Justiça e Paz.

Maranata. Ora Vem Senhor Jesus!

sábado, 30 de maio de 2015

DESAFIO CHARLIE: INVOCANDO DEMÔNIOS


Uma nova brincadeira tem se espalhado pelas redes sociais. Jovens invocam demônios para responder dúvidas comuns e compartilham as respostas com os amigos.
Quem tem mais de 20 anos vai se lembrar da brincadeira do compasso onde um espírito era invocado para dar respostas em uma folha de papel, podendo falar sobre inúmeros temas respondendo sim ou não ou apontando para números.
Outro jogo semelhante que levantou muitos debates no Brasil e no mundo é a brincadeira do copo, onde um espírito também dava respostas como Sim, Não, Sair e a apontava para os números de 0 a 9 e para as letras do alfabeto que eram registradas em um tabuleiro.
Agora a moda é invocar o demônio “Charles” cruzando dois lápis e escrevendo na folha não, sim, sim e não. Ao invocar o espírito e fazer a pergunta o lápis se move e dá a resposta que o jogador está pedindo.
O jogo ganhou adeptos em diversas partes do mundo e um vídeo postado no Youtube mostra vídeos publicados em redes sociais revelando os resultados das perguntas e a reação dos participantes.
Até crianças brincam com o espírito e muitas se assustam e saem correndo ao verem os lápis se movendo. Outras pessoas encaram como uma piada e brincam sobre jogar e provocar o suposto demônio.
Esse tipo de brincadeira sempre gerou debates, existe mesmo algum espírito que pode se mover nesses jogos? Há explicação física para que esses objetos se movam? Se você já teve alguma experiência com essas brincadeiras escreva nos comentários.
Com informações Revista Galileu via Gospel Prime

Meu comentário:

Orientem e proíbam seus filhos de participarem dessa "brincadeira", seja em casa, pela internet ou com seus colegas na escola.

Charlie Charlie é um jogada de marketing, uma ação viral para divulgar o filme de terror “A Forca”.

O marketing certeiro e poderoso e que deu muito certo, é uma criação da equipe do filme, que tem a mesma produtora responsável pelos sucessos de “Sobrenatural” e “Atividade Paranormal”.

O tal Charlie do jogo é inspirado no Charlie do filme. Ele era um garoto que morreu enquanto encenava uma peça de teatro no colégio. Mas aí, um tempo depois, quatro amigos resolvem montar a tal peça macabra e notam que a alma de Charlie ainda está presente no meio deles.

Obviamente, o nome dele não pode ser citado pelos personagens, que sofrerão consequências se fizeram tal coisa. O filme “A Forca” tem estreia prevista para o dia 30 de julho.

Bem, está muito claro e evidente que isso é uma iniciação ao espiritismo. Mostre aos seus filhos que, o contato com os mortos, é prática taxativamente proibida do Deus, conforme as determinações constantes na Bíblia Sagrada, senão vejamos:

Não vos voltareis para os necromantes, nem para os adivinhos; não os procureis para serdes contaminados por eles. Eu sou o SENHOR, vosso Deus.” (Levítico 19.31).

Quando vos disserem: Consultai os necromantes e os adivinhos, que chilreiam e murmuram, acaso, não consultará o povo ao seu Deus? A favor dos vivos se consultarão os mortos?” (Isaías 8.19).

e o pó volte à terra, como o era, e o espírito volte a Deus, que o deu.” (Eclesiastes 12.7).

E, assim como aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo, depois disto, o juízo…” (Hebreus 9.27)

Enquanto o leitor puder e depender de você, não permita que seus filhos pratiquem essa "brincadeira" demoníaca.

Muitos testemunhos já se postaram aqui mesmo nas redes sociais, dos efeitos maléficos na vida dos que participaram desse jogo.

Fique atento, todo cuidado é pouco.

Com informações: Papel Pop

ASSISTA AQUI:

FONTE: POINTH REMA

sexta-feira, 22 de maio de 2015

PR. SILAS MALAFAIA DETONA LULA EM VÍDEO E MANDA RECADO: "LULA, JESUS LIBERTA DA CACHAÇA". VEJA AQUI.

Resultado de imagem para silas malafaia e lula

O pastor evangélico Silas Malafaia divulgou nesta sexta-feira (22) um vídeo no qual provoca o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ao rebater um comentário irônico do político sobre evangélicos e afirma que o diabo liberta o homem da cachaça.
Na quinta-feira (21), na abertura do Seminário Nacional da Contraf-CUT (sindicato dos trabalhadores do setor financeiro, ligada à central), Lula falava sobre como as pessoas deviam ver o momento atual da economia brasileira e comentou a postura dos pastores evangélicos: "O camarada bateu o carro, é o diabo! tá desempregado, é o diabo! ficou doente, é o diabo!"
Malafaia em tom raivoso despeja uma série de ofensas. "Não é o diabo que tirou o emprego do brasileiro, não. É a política econômica do governo do PT. Na Bíblia, a única coisa que o diabo criou foi a mentira. Que tal você falar toda a verdade? Que você sempre soube dessa roubalheira, dessa cachorrada, da safadeza do seu partido. A mentira é do diabo."
E no fim Malafaia afirma: "Eu não te odeio não, Lula."
FONTE: http://ultimosegundo.ig.com.br/politica/2015-05-22/em-video-malafaia-provoca-lula-jesus-liberta-o-homem-da-cachaca.html