quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

20 VERSÍCULOS QUE PROVAM QUE A TEOLOGIA DA PROSPERIDADE ESTÁ CERTA!


20 versículos que provam que a teologia da prosperidade está CERTA!
Depois que vi aqui no Gospel Mais a publicação da Revista Forbes listando os 5 pastores mais ricos do Brasil (aqui), resolvi averiguar e fazer uma pequena coletânea com 20 versículos que provam claramente que a teologia da prosperidade pregada e praticada por esses pastores está correta. Vejam as provas irrefutáveis:
1- “Deus quer te abençoar, mas se você não ofertar, Ele não terá poder de fazer isso por você” (II Heresias 3. 16)
2 – “Você pode desonrar seu pai e sua mãe e até deixá-los passar necessidades, mas nunca seu apóstolo” (I Apostolicensses 1.1)
3 – “A oferta é a alavanca que move a mão de Deus a seu favor” (1 Cretinices 4. 3)
4 – “A fé sem ofertas é morta” ( 1 Dólar 1. 8)
5 – “E Jesus entrou em Jerusalém montando seu jumentinho de dez mil talentos” (Juao 15. 23)
6 – “Disse o apóstolo, cheio do espírito, a todos que o ouviam: Minha conta corrente é 1.000/07” (II Conta Corrente 1. 71)
7 – “Assim que a oferta entrar na conta corrente deus dirá ao anjo Money: Destranque as janelas do céu e prenda o devorador na casinha” ( II Malaquias 3.15)
8 – “É com a semente que sai da sua carteira que a obra de deus é realizada na terra” ( I Heresias 2. 8)
9 – “Participe das campanhas de vitória financeira e Deus tirará dos ricos e dará a você” (1 Robin Hood 2. 3)
10 – “E alguns paulistanos foram mais nobres que os de Boraceia, pois semearam nesse ministério em dólar.” ( 1 Tio Patinhas 1. 7)
11 – “deus quer te dar a melhor roupa, o melhor carro, a melhor casa… só não te deu ainda porque você não tem determinado isso a ele com fé” (Absurdicensses 1. 25)
12 – “Assim ordenou também o senhor que os que pregam o evangelho que fiquem ricos com o evangelho” ( I Falácia 1. 1)
13 – “Primiciar é mover a mão de Deus a seu favor e a favor dos donos da igreja” ( I Primicias 1. 1)
14 -“Confia no senhor, dê sua oferta, faça sacrifícios financeiros e os seus desígnios serão estabelecidos” (Absurdicensses 8. 32)
15 – “E Gesuis encontrou no templo os que vendiam bois, ovelhas e pombas e também os cambistas assentados; parabenizou-os pelas boas vendas que faziam, porém, expulsou os que ali oravam e quebrantavam seus corações, mas não ofertavam e nem compravam nada, bem como todo pobre que ali estava, e disse-lhes: A casa me meu pai é casa de negócio e não um covil de doentes e pobres!” (Indireticensses 2. 8)
16 – “É mais fácil passar um camelo pelo buraco de uma agulha do que entrar alguém que não oferta, que não primicia, que não faz sacrifícios financeiros, nas igrejas da teologia da prosperidade” ( Sofismas 3. 12)
17 – “Porque o amor do dinheiro é a raiz de todas as bênçãos” ( 1 Mamon 1. 1)
18 – “Sacrifícios agradáveis a deus são os dízimos e as ofertas; coração que determina e exige, não os desprezarás, ó deus” (Salmos de Mamon 119. 3)
19 – “O maior mandamento é: Amarás a Mamon, teu deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento. O segundo, semelhante a este, é: Honre e oferte aos seus líderes como a ti mesmo” ( 2 Leis de Mamon 2. 15)
20 – “Pelas suas ofertas o conhecereis. Pode, acaso, de um coração cheio de fé e do espírito, sair uma oferta pequena? (Apolion 15. 12)
E agora, sob o ponto de vista desses versículos, concorda que a teologia da prosperidade está certa?
FONTE: http://colunas.gospelmais.com.br/20-versiculos-que-provam-que-a-teologia-da-prosperidade-esta-certa_4034.html

11 comentários:

Alberto Couto Filho disse...

bh7Amigão,
Paz

Mordacidade, inteligência.
Gosto muito disso tudo.
Um dos vilões de Gothan recomendou ao Silas:
"Pra ser um perfeito cover de Jim Bakker, agora só falta o adultério para entrar em cana". (Falta mesmo?)
Cuidado "siri": Tá na cara que a nossa TP é de barro. Não te aFORBER, pois aforbado come cru.
Por que o destempero se eles não computaram os saldos em off shores?
Eu não entendi nada e você?

Cesar Filho disse...

Paz do Senhor Pr. Guedes,

Tem outro...
"Roubará o homem a Mamon?
Todavia me roubais de dizeis: "Em que te roubamos? Nos tridizimos e na unção dos 900.

kkkkkk... Que coisa estão fazendo com a verdade? Eu não duvido uma tradução desse caráter ser publicada.

Que Deus lhe abençoe Pr. Guedes, eu tento viitar novamente a AD Canaa, mais não acho tempo, mas esses dias vou aparecer por lá, nunca mais vi um sermão do Pr. Jecer..
Um abraço.

Cesar Filho

http:\\ircesarfilho.blogspot.com

Newton Carpintero, pr. e servo. disse...

Caro pr. Guedes,

A paz amado!

Desta vez quase me convertir.

Por sorte, somente publicaste 20 versículos. Se fosse mais um penso que me converteria(?).

Onde vamos parar com esta nova teologia, e a infantil teologia, sobre não existir o livre arbítrio dado por Deus aos homens?

O Senhor seja contigo, nobre pastor,

O menor.

Deus ama você. disse...

Olá pastor Guedes...eu ri tanto quando li as passagens!!!kkkkk E "Gesuis"...kkkk
Vi hoje na internet um debate do Armando bispo falando contra a teoria da prosperidade. Foi no programa grande jornal. Achei muito interessante, ele combate fortemente esta prática.

Deus ama você. disse...

Pastor Guedes, achei este trecho retirado da internet muito interessante:

"Além de apresentar ensinos questionáveis sobre a fé, a oração e as prioridades da vida cristã, e de relativizar a importância das Escrituras por meio de novas revelações, a teologia da prosperidade, através dos escritos de seus expoentes, apresenta outras ênfases preocupantes no seu entendimento de Deus, de Jesus Cristo, do ser humano e da salvação. A partir dos anos 80, várias denominações pentecostais norte-americanas se posicionaram oficialmente contra os excessos desse movimento (Assembléias de Deus, Evangelho Quadrangular e Igreja de Deus). Autores como Charles Farah, Gordon Fee, D. R. McConnell e Hank Hanegraaff, todos simpatizantes do movimento carismático, escreveram obras contestando a confissão positiva e suas implicações. Eles destacaram como, embora essa teologia pareça uma maneira empolgante de encarar a Bíblia, ela se distancia em pontos cruciais da fé cristã histórica.
No Brasil, três obras significativas publicadas em 1993 -- “O Evangelho da Prosperidade”, de Alan B. Pieratt; “O Evangelho da Nova Era”, de Ricardo Gondim; e “Supercrentes”, de Paulo Romeiro -- alertaram solenemente as igrejas evangélicas para esses perigos. Tristemente, vários grupos, principalmente os que têm maior visibilidade na mídia, estão cada vez mais comprometidos com essa teologia desconhecida da maior parte da história da igreja. Ao defenderem e legitimarem os valores da sociedade secular (riqueza, poder e sucesso), e ao oferecerem às pessoas o que elas ambicionam, e não o que realmente necessitam aos olhos de Deus, tais igrejas crescem de maneira impressionante, mas perdem grande oportunidade de produzir um impacto salutar e transformador na sociedade brasileira."

fonte:.http://www.ultimato.com.br/revista/artigos/313/raizes-historicas-da-teologia-da-prosperidade

Deus ama você. disse...

Pastor Guedes, sou eu de novo!

O póstolo Paulo afirma algo muito importante em II Coríntios 11 versículo de 1 em diante.

"Eu gostaria que vocês me suportassem mesmo quando sou um tanto louco. Por favor, me suportem!
O mesmo zelo que Deus tem por vocês eu também tenho. Porque vocês são como uma virgem pura que eu prometi dar em casamento somente a um homem, que é Cristo.
Pois, assim como Eva foi enganada pelas mentiras da cobra, eu tenho medo de que a mente de vocês seja corrompida e vocês abandonem a devoção sincera e pura a Cristo.
Porque vocês suportam com alegria qualquer um que chega e anuncia um Jesus diferente daquele que nós anunciamos. E aceitam um espírito e um evangelho completamente diferentes do Espírito de Deus e do evangelho que receberam de nós.
Eu não acho que tenho menos valor do que esses tais “super-apóstolos”!
(...)
Aqueles homens são apóstolos falsos e não verdadeiros. Eles mentem a respeito dos seus trabalhos e se disfarçam, apresentando-se como verdadeiros apóstolos de Cristo.
E isso não é de admirar, pois até Satanás pode se disfarçar e ficar parecendo um anjo de luz.
Portanto, não é nada demais que os servidores dele se disfarcem, apresentando-se como pessoas que fazem o bem. Mas no fim eles receberão exatamente o que as suas ações merecem.
(...)
Tenho tido trabalhos e canseiras. Muitas vezes tenho ficado sem dormir. Tenho passado fome e sede; têm me faltado casa, comida e roupas.
Além dessas e de outras coisas, ainda pesa diariamente sobre mim a preocupação que tenho por todas as igrejas.
Quando alguém está fraco, eu também me sinto fraco; e, quando alguém cai em pecado, eu fico muito aflito.
Se existe motivo para eu me gabar, então vou me gabar das coisas que mostram a minha fraqueza."

Devemos ter cuidado com os ensinos humanos, devemos buscar a leitura da Palavra e o evangelho puro.
Obrigada pastor Guedes pelo espaço que o senhor abre para depositarmos as nossas opiniões e o que achamos importante. Que Deus o abençoe.

Pr.João Paim disse...

Pastor
é uma biblia muito interessante, quem foi mesmo o autor ? Acho que sempre podemos desrespeitar mais um pouco a Deus e suas palavras me chocaram pois mesmo que seja uma brincadeira o assunto é serio varias vidas estão crendo em alguma coisa por isso orar seria bem melhor .

Pastor Guedes disse...

Caro Pr. Paim,

Grato pela sua participação.

A fonte está no roda-pé do artigo. Quanto a seriedade do assunto, nunca tive dúvida.

Abraço.

Thiago Boudny disse...

Algumas verdades sobre a oferta que eventualmente são encobertas:
Que deve ser oferecida com alegria.
Que deve ser oferecida sem culpa.
Que deve ser oferecida voluntariamente(Sem qualquer tipo de exigência).
Que não é por barganha.
Que quantia não eleva o tamanho da benção.( Seja 1 real ou 1 milhão a benção é consequência da fidelidade e amor a contribuição do mesmo modo.)
Que é "por causa de vós que repreenderei o devorador", não por cauda do dízimo ou oferta.
Que é para "haver mantimento na obra de Deus", não para manter homens que se dizem de Deus.
Que voto não é estipulado valor por quem pede, mas por quem oferece.
Esses e alguns outros princípios são pouco lembrados por pessoas que gostam de arrecadar dos ingênuos...
Que Deus tenha misericórdia.

Deus ama você. disse...

Olá João Paim, pare de levar tudo ao pé da letra, porque VOCÊ SABE que a intenção do pastor Guedes não é de desrespeitar o evangelho e sim de denunciar as loucuras que os líderes estão fazendo.

Alberto Couto Filho disse...

Oi amigão,
Paz
Vi-me obrigado a retornar a este seu democrático espaço virtual, de comprovada idoneidade moral e espiritual, para escrever sobre a Teologia, a Igreja, a Família e a Sociedade, abordando fatos atinentes a esses temas (marcadores). Meu retorno confesso, não ser, desta feita, prazeroso.
Em meio à palração dos comentaristas partícipes efetivos deste respeitável blog, observo que alguém deitou desnecessária falação sobre esta postagem, sabidamente uma transcrição de outra página igualmente digna e honesta, fazendo injuriosa alusão a um pretenso desrespeito ao Senhor nosso Deus.
Talvez, quero crer, devido a uma não contida e indisfarçável avidez com que se busca notoriedade através de comentários em blogs com a visibilidade deste seu (o Silas os chama de ilustres desconhecidos), aquele comentarista questionou seu respeito àquele que nos deu a vida. Debochadamente, pareceu-me, perguntou sobre quem teria escrito o que ele, só ele, decidiu chamar de bíblia interessante.
Respondo àquele arrogante comentarista, provavelmente adepto das heresias daqueles que tem seus corações plenos de “covetousness”. Os versículos na coletânea descrita, são adaptações bem humoradas de versículos de bíblias como, por exemplos, a do Cerullo, “BATALHA ESPIRITUAL E VITÓRIA FINANCEIRA” e a do Estevam Fernandes, prefaciada pelo Terra Nova – Desta, não sei e nem quero saber o nome.
Estes versículos foram explicitados pelo “swindler man” Mike Murdock no buzugo literário que leva o título OS SEGREDOS DA LIDERANÇA DE JESUS.
Amigão, permiti-me ousadamente (desrespeito parcial) (?) substituir a apresentação do seu texto.
___________________________________

Perdoem-me, eu estava errado (I was wrong, conforme Jim Bakker) quanto à Teologia da Prosperidade .
Seus ensinamentos estão absolutamente corretos.
Os versículos abaixo, agora conhecidos no estudo da OFERTOLOGIA, parte da Teologia Sistemática da Prosperidade que nos diz da obrigatoriedade que temos de tornar ricos nossos mestres e profetas, comprovam a nossa santa ignorância sobre o assunto.
Você se lembra de quando havia apenas uma Bíblia Sagrada?
Pois é, agora todo o mundo está criando a sua "bibria" particular onde o foco dos livros nelas transcritos é o locupletamento através de atos de mercância, em que as bençãos de Deus são negociadas até mesmo em moeda estrangeira. Tá na moda - Você é mais que "vitorioso financeiramente", no Cristo que, segundo o profeta Abílio Santana, era rico e tinha, até, uma suntuosa casa à beira-mar. Não amigos! Isto não é desrespeito!
Alberto, seu dileto e chacrilongo amigo.