quarta-feira, 11 de maio de 2011

ORAÇÃO A CHAVE PARA O PLENO AVIVAMENTO

Como os amados devem saber, sempre deixo aberto um espaço para receber textos de leitores que queiram expor suas ideias e pensamentos a respeito dos assuntos: Teologia, Igreja, Família e Sociedade, que são os temas que tento abordar nas páginas desse blog. O irmão Antônio Adson, autor do texto que segue, é Diácono das Assembleias de Deus e, pela  segunda vez, envia um artigo para nossa leitura e apreciação. Fica aqui o convite aos demais leitores e amigos para que enviem textos para este editor avaliar e publicar. Boa leitura.

ORAÇÃO A CHAVE PARA O PLENO AVIVAMENTO

Por: Antonio Adson

Talvez o leitor já esteja a dizer que já é uma verdade conhecida por todos: a oração realmente é a chave para o avivamento. Mas, permita-me dizer que, ou não levamos a sério esta verdade aprendida, ou verdadeiramente ainda não aprendemos de fato esta verdade, haja vista que toda verdade quando aprendida, se não for praticada acaba sendo esquecida. Será que esquecemos esta verdade? 

Por que a oração encontra-se tão ausente em nossas vidas? Será que estamos tão bem, que não necessitamos do poder do alto? A verdade é que somente pelas dores que sentimos no momento de oração pode ser gerado o pleno avivamento. Somente com o óleo do ESPÍRITO SANTO ungindo nossos sermões, os corações humanos serão compungidos (At 2:37). Sermões vazios da unção do ESPÍRITO jamais trarão os pecadores aos pés de CRISTO. 

Os homens querem encontrar profetas que realmente revelem seus pecados, como a mulher samaritana (Jo. 4:16-19), que exponham a Palavra de maneira que os façam sentir sede de salvação (Jo. 4:13-15). O verdadeiro profeta realiza sinais, mas também têm mensagem para o povo (1Rs. 18:12,36-38). Não vemos registrado na Bíblia nenhum milagre realizado por João Batista, "mas, dos nascidos de mulher, ninguém é maior que ele" (Lc. 7:28). João tinha mensagem, não era popular na terra, mas o era nos céus. Vivia no deserto da Judéia, mas era cheio do ESPÍRITO (Lc.1:15) e da Palavra (Lc. 3:2). A pregação de João Batista gerava sede de salvação nos ouvintes (Lc. 3:10) que não se recusavam a serem batizados no Rio Jordão (Mt.3:5,6) e, como todo profeta genuíno, falava de fogo (Mt. 3:11;Lc. 3:16). 

A necessidade está estampada de forma tão visível que ninguém pode ser enganado. Precisamos voltar ao altar da oração, pois com oração os horizontes se abrem; com oração a tempestade se torna bonança; com oração o ESPÍRITO vem, enche a casa e todos são cheios (At. 2:1-4); com oração o ESPÍRITO vem e dá vida a um exército no vale de ossos secos (Ez. 37:9,10). Sem oração não tem como o ESPÍRITO vir, JESUS orou e ELE veio (Lc. 3:21,22), a igreja primitiva orou e ELE veio (At 2:1-4). Se orarmos, ELE também se manifestará de maneira gloriosa e assim experimentaremos um pleno avivamento.

"Sem muita oração e lágrimas, não há avivamento." C.G.FINNEY

Maranata. Ora Vem Senhor Jesus!
Deus abençoe a todos.

4 comentários:

GERALDO CARDOSO DE ALMEIDA FILHO disse...

Eu amo o avivamento, gostei dessa postagem.Avivamento ate o arrebatamento esse e o meu lema.

HELIO COSTA disse...

a paz pastor guedes

sera um previlegio postar algo e compartilhar com o querido irmao

estarei elaborando algumas palavras sobre (igreja) asim que estiver pronto estarei emviando ao nobre pastor

ha um equivoco muito grando por parte de muitos cristaos sobre o que e igreja,

que o nosso Deus possa continuar abençoando-nos
amem

Pastor Guedes disse...

Caro Geraldo,

A paz do Senhor!

Avivamento é o que mais precisamos em nossos dias!

Abraço.
No Amor de Cristo!

Pastor Guedes disse...

Caro Hélio Costa,

A Paz do Senhor!

Precisamos criar uma maior interatividade entre editores e leitores. Não acha?

Será um prazer publicar um texto seu aqui.

Forte Abraço.
No Amor de Cristo!