quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

DINOSSAUROS, ELO PERDIDO, HOMEM DE NEANDERTHAL, HOMO SAPIENS E A BÍBLIA.


Pedi a um amigo blogueiro que me enviasse um artigo para postar em meu blog. Vou fazer isso mais vezes a partir de agora, pois assim podemos divulgar melhor o trabalho dos colegas e criar uma interação saudável entre blogueiros e leitores. O artigo abaixo é do Ezequias, que conheci há pouco tempo aqui na blogosfera. Leiamos e tiremos nossas conclusões. Boa leitura!

CONSIDERAÇÃO SOBRE A EXISTÊNCIA DOS DINOSSAUROS

O artigo abaixo foi elaborado pelo professor de teologia Ezequias Lourenço, quando de uma publicação de um colega teólogo em sua comunidade no Orkut, professor Carlos Wagner Bonfim, diretor do instituto IBF (Ass. de Deus - Ferreira ) a qual combatia com veemência a existência dos dinossauros, usando “argumentos” bíblicos.

Penso que precisamos ser meticulosos ao analisarmos determinados assuntos (existência dos dinossauros) para não incorrermos em fanatismo hermético.

Arrazoo que ao homem religioso não cabe o ascetismo e muito menos o ceticismo, todavia, melhor é procurar os meandros para, de fato, construir uma base que não apenas se atenha ao conhecimento de fatos da história, mas que use de um senso crítico teológico(refiro-me a nós, cristãos), não deixando de confirmar a Bíblia pela ciência e até se lançar a alguma crítica de algumas traduções, e não concatenarmos fatos não isolados ou isolados e,no caso desse último, tetarmos dar a eles algum sentido sengundo a nossa linha de raciocínio, muitas das vezes teológica e cientificamente excêntrica; achismo esse que meramente possa se basear em presunções teológicas psicossomáticas. Afinal, ciência e fé nem sempre se opõem: muitas vezes se complementam.

Uma coisa é o folclore que não passa de crendices - o que aliás, significa no original bretão "conhecimento popular"- outra coisa são os fósseis que existem nos maiores museus do mundo (E.U.A. Inglaterra ...) e os que ainda são encontrados, e ainda ter provada de sua existência pelo carbono 14 (que tem uma margem de erro mínima). Ainda pior é compará-los numa mesma base argumentativa com se "tudo"- como foi citado no texto que provocou o tecimento desse contra-argumento - fosse mera fantasia científica.

Se pensarmos como céticos em termos de cristianismo e catolicismo (o que caracteriza a cristandade), poderíamos usar um argumento contundente desses, sob o ponto de vista genérico religioso, contra tudo o que alguns acreditam ser "fé" e, cá entre nós, encontraríamos muitas razões para isso: “na presença de Deus até a tristeza salta de alegria” (frase muito citada pelos pentecostais...); o Santo Graal (objeto de discussão entre os católicos em geral...) Imagens que aparecem em vidraças de janelas...questões dos usos e costumes...)etc. Raciocinemos: e não simplesmente imaginemos. Contudo, quando o fizermos, façamos com base no exercício da razão e da lógica, em se tratando de temática histórico-religiosa.

Realmente não há provas ou comprovações literalmente teológicas e/ou explícitas, e muito menos tácitas com relação a real existência de dinossauros em milênios passados. A seguinte pergunta parece ter sentido: pode-se provar ou comprovar teologicamente, sem usar de recursos tácitos hermenêuticos, que eles não existiram? Será que o simples fato de não encontrarmos literalmente tal evidência nos anais toráticos, talmúdicos ou bíblicos (esse último, amplamente ocidentalmente conhecido) seria suficiente para nos servir como base argumentativa ou contra-argumentativa para essa análise discurssiva?

Penso ser coerente e sensato aspirar conceitos equilibrados, embora sempre discutíveis - haja vista quando não se tem base teológico-contextual real e autêntica. Nesse caso fico reticente...
Tenho comigo a máxima socrática de me permitir à dúvida, reconhecendo que nunca sabemos tudo, para, assim, minimizar a minha ignorância e procurar conhecer a mim mesmo e o que me é permitido sobre o mundo em que vivemos.

Encontro também uma base textual bíblica que fala que o revelado(escrito) para nós o foi, o não escrito(revelado), todavia, não o é para nós; João escrevendo, disse que, se fosse escrito tudo o que o Senhor Jesus fez, em termos de milagres, não conteria na Bíblia(seriam necessários muito mais livros): o fato de não está escrito não significa que Ele não operou mais milagres...(?????)

Para mim tanto a fé quanto a razão podem ser, sim, manipuladas por mentes bem mais preparadas. Não fora assim, milhões de pessoas não seriam ludibriadas nas relações humanas em geral. O BIG BANG, O HOMEM DE NEANDERTHAL o HOMO SAPIENS de igual modo são teorias humanas que foram arrazoadas para que o homem possa ter um parâmetro de conhecimento sobre sua existência... isso pode cair por terra ainda nessa geração, como muitas outras teorias: Darwin,por exemplo, se arrependeu sobre o evolucionismo, dizendo: “eu me encontro em profunda dúvida, pois não posso aceitar que um homem com tal inteligência possa ser fruto de uma evolução, mas por outro lado, seria muito passividade aceitar, dada a riqueza e multiplicidade da natureza, que ele teria sido simplesmente criado - de fato não acredito nisso.

O Elo Perdido é uma farsa, um cientista foi expulso da Comunidade Científica por desmascará-lo (publicado pela revista SCIENCE). A questão para mim é não ser extremista.

Em Cristo,

Ezequias Lourenço
ezequiaslourenco.blogspot.com
Professor de teologia, Licenciado em Letras: português, inglês e literaturas. Atua como consultor linguístico e tradutor.
Criador do Projeto Semear. Palestrante e articulista de temas históricos e atuais sob perspectiva teológica e humanista.

Maranata. Ora Vem Senhor Jesus!
Deus abençoe a todos.

12 comentários:

Casal 20 disse...

Pastor Guedes, gostamos muito do post.

O senhor conhece o blog "Gênesis contra Darwin"?

Muito bom.

Abraços, meu querido.

Pastor Guedes disse...

Caro Casal 20,


A Paz!

Que bom que voces gostaram.

Quanto ao blog que foi indicado, vou procurar e visitar.

Deus abençoe o casal.

Fiquem com Deus e obrigado pela visita e comentário.

Rhulian Santana disse...

O Pr. falou,falou e só vi que ele tem o dicionário riquissimo. Ora eu queria saber como desmascarar a teoria da evolução com base na bíblia (explicar os fósseis do homo sapien,nehandertal) explique-me isso por favor

Pastor Guedes disse...

Caro Rhulian,

A Paz do Senhor!

Seja bem vindo.

Como o Amado percebeu esse texto não é meu, mas passarei ao autor do texto sua solicitação.

Abraço.

Pastor Guedes disse...

Rhulian,

Abaixo a resposta do Ezequias, autor do texto:

Querido Rhulian Satana, obrigado pela colaboração. Seus comentários constituem-nos um estímulo para continuarmos pesquisando e compartilhando a mensagem teológica do Evangelho.

Naturalmente, para defendermos nossa fé, precisaremos entender o que ensina a Teoria da Evolução e relembrar o que diz a Bíblia Sagrada com relação ao assunto em apreço.

Para isso precisamos de, pelo menos, cinco pressupostos:

Primeiro, a Bíblia é a inerrante Palavra de Deus, devido sua fonte de inspiração. Isso se suporta, não apenas por fé, senão pelo esforço da própria ciência quando tenta prová-la ao contrário:não conseguiu-se provar erratas na Bíblia:e olha que até hoje os homens vem tentando;

Segundo,a Teoria da Evolução não conseguiu ser provada pelos experimentos da ciência;

Terceiro, ambas as "teses" têm como ponto de partida o mesmo objeto (os seres existentes), que potencialmente, carregam em sí as respostas de sua existência,ainda que veladas pelo limite de nossa compreensão;

Quarto, a própria dialética da filosofia humana, permite-nos o contra-ponto à essa teoria pela tese, síntese e antítese.

Quinto, considerando-se o pressuposto da inteligência em tudo o que vemos à nossa volta a partir das invenções do ser humano,racionalmente não poderíamos admitir o surgimento da vida e sua complexidade orgânica,meramente da conjuntura do acaso, tempo e condições climáticas.

Vamos à explicação do Evolucionismo:

Em linhas gerais, essa teoria de Charles Darwin ensina que, no ramo da biologia, evolução é a mudança das características hereditárias de uma população, de uma geração para outra, por conta da necessidade de adaptação dos seres vivos. Isso ocorreria aleatoriamente, sem a intervenção de uma inteligência.

Pastor Guedes disse...

Prezado Rhulian,

Precisei dividir em suas partes para caber aqui na página de comentários. Segue a resposta do Ezequias para o Amado:

Tudo começou quando Darwin, em sua expedição ao redor do mundo, descobriu um local(ilhas Galápagos) com uma diversidade de pássaros, todos com bicos de diferentes envergaduras. Isso o intrigou muito, afinal de contas todos viviam em um mesmo ambiente.Mais tarde descobriu-se que eram todos da mesma espécie: tentilhões. Seus bicos eram diferentes, pois devido às mudanças climáticas alguns sobreviveriam comendo sementes, e outros, por não terem o bico útil, não conseguiam alimentar-se, vindo assim a se reduzir e não propagar a espécie.
Isso o levou a algumas conclusões:
O ser vivo se adapta ao ambiente, sofrendo com isso modificações genéticas que vão sendo passadas para a sua prole de geração a geração. Daí para a explicação da existência do homem (que, aliás, é um busca existencial perseguida há séculos),foi um passo. A partir daí, começou pesquisas sobre a "evolução" do homem. Que ele teria vindo de um primata(o macaco), por ter um similaridade com o ser-humano. Então, para justificar sua tese, eles "teriam encontrado" o fóssil de um "homem" de milhares de anos, ao qual eles chamaram de Neanderthal. Ou seja, esse achado justificaria a evolução (de macaco para homem com o nosso nível de inteligência)ao que foi também chamado de "O Elo Perdido", portanto a ligação entre nós hoje com os macacos, por causa das características das ossadas. Um artigo da revista SCIENCE há uns dez anos atrás, trouxe algumas revelações de um cientista que disse que o homem de Nearderthal foi uma farsa da comunidade científica para justificar a teoria da evolução. Esse mesmo cientista havia sido expulso da comunidade por causa de suas alegações.

Bom, vamos agora relembrar o Criacionismo:
No livro de Gênesis, que sintetisa as matizes da criação, como sendo cada espécie feita pelo Criador, lemos: "... produza a terra erva verde, erva que dê semente, árvore frutífera que dê fruto segundo a sua espécie, cuja semente está nela sobre a terra; e assim foi.E a terra produziu erva, erva dando semente conforme a sua espécie, e a árvore frutífera, cuja semente está nela conforme a sua espécie; e viu Deus que era bom... e Deus criou as grandes baleias, e todo o réptil de alma vivente que as águas abundantemente produziram conforme as suas espécies; e toda a ave de asas conforme a sua espécie; e viu Deus que era bom. E Deus os abençoou, dizendo: Frutificai e multiplicai-vos, e enchei as águas nos mares; e as aves se multipliquem na terra”.


Com relação ao homem, outra passagem diz:

"E formou o SENHOR Deus o homem do pó da terra, e soprou em suas narinas o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente."

Enfim, temos várias passagens no A.T. e N.T. que nos comprovam o que toda a beleza da criação nos sugere pela perfeição.

Particularmente, acredito numa adaptação do homem ao meio e o contrário, também. Mas não o suficiente para justificar uma mudança radical no que aí existe, mesmo com o passar de bilhões de anos.

Teríamos muito mais argumentos, contudo, o espaço proporcionado por esse veículo é apenas para uma resposta e não um artigo. Posso escrever alguma coisa mais detalhada,se o desejar.

Grande abraço


Em Cristo,

ezequiaslourenco.blogspot.com

Ezequias Lourenço disse...

Olá querido pr.Guedes, espero que o sr. esteja bem. Nunca mais comentei aqui, pois estou em constante atividade ministerial e profissional.Estou se quer com tempo para escrever em meu blog ultimamente... O Senhor nos tem aberto as portas para desenvolvermos nosso ministério conjuminado com minhas atividades profissionais. Recentemente lhe enviei um e-mail...Estou acompanhando (como intérprete e secretário) o pr. Fred Berry da Azusa Street Mission aqui no Brasil. Ele esteve pregando no centenário em Belém e o Senhor tem aberto as portas para esse homem de Deus. Gostaria de saber se há possibilidade de conversarmos sobre uma possível agenda para ele em sua igreja. Ficaríamos muito honrados. Deus te abençoe muitíssimo. Breve voltarei a comentar aqui.

Pastor Guedes disse...

Caro Ezequias,

A Paz do Senhor!

Parabéns pelo seu crescimento no Reino.

Aqui as coisas não acontecem assim. Sou um pastor auxiliar e meu pastor não traz quem ele próprio não conhece. Desculpe, mas não posso ajudar nessa parte.

Forte Abraço.
No Amor de Cristo.

Ezequias Lourenço disse...

Entendi. De qualquer forma, vamos continuar em Cristo. Em breve voltarei a postar aqui.

Um forte abraço

Daniel Jatahy disse...

A Paz do Senhor! Pr. Guedes!

É interessante ver como a ciência se fadiga em tentar levar o homem a descrer em Deus! Mas os prórpios ciêntistas utilizam a "fé" para suas "descobertas"! Afinal, a escala evolucionária (contagem do anos) é baseada em hipóteses. A origem das espécies, do mundo e universo, igualmente! Nada provado, de modo que os que aceitam isso, contam simplesmente com a "fé"! Isso parece mais um segmento religioso, e outro meio para se distanciarem do Criador!

Daniel Jatahy disse...

E agradeço a visita em meu pequeno bloguinho! kkkk
Só descobrí a visita essa semana!!
Espero um dia poder ter um blog tão bom quanto o do senhor!

Pastor Guedes disse...

Caro Daniel,

A Paz do Senhor!

Obrigado por seu rico comentário.

Louvo a Deus por sua amizade e quero poder estreitar mais meus laços de amizades com pessoas como o Amado.

Quanto ao seu blog vou vistá-lo mais vezes.


Forte Abraço.