sexta-feira, 31 de julho de 2015

DELATOR AFIRMA TER REPASSADO R$ 125 MIL PARA A ASSEMBLEIA DE DEUS DE MADUREIRA NA OPERAÇÃO LAVA JATO

Julio Camargo. Foto: Reprodução
O lobista e delator da Lava Jato Júlio Camargo repassou R$ 125 mil para a igreja evangélica Assembleia de Deus Ministério Madureira, em Campinas (SP). A informação consta da quebra de sigilo bancário da empresa Treviso, utilizada por Camargo para repassar propinas no esquema de corrupção na Petrobrás revelado pela Lava Jato. Nem o pastor da igreja nem a defesa de Júlio Camargo, que negou que ele seja evangélico, quiseram dar explicações sobre o repasse.
Laudo da Polícia Federal aponta que a quantia foi repassada entre 2008 e 2014, sem detalhar se o valor foi pago de uma só vez ou em parcelas. A movimentação é a única feita no período pelas duas empresas de Júlio Camargo (Piemonte e Treviso) que teve como destino uma instituição religiosa.
O repasse mostra que o delator que disse à Justiça ter sido pressionado pelo presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) a pagar propina de US$ 5 milhões, também repassou dinheiro para uma igreja simpática ao deputado expoente da bancada evangélica. O parlamentar é um dos políticos alvo de inquérito no Supremo Tribunal Federal por suspeita de envolvimento no esquema de propinas na Petrobrás revelado pela Lava Jato.
imagemdestinatáriotreviso
‘Igreja Evangélica Assembleia de Deus’, nome registrado da Assembleia de Deus Madureira em Campinas (SP)
Culto. Em fevereiro deste ano, Cunha chegou a participar de um culto de mais de duas horas em comemoração a sua eleição para a Presidência da Câmara junto com outros políticos na Assembleia de Deus Madureira, no Rio de Janeiro. Na ocasião ele declarou ter trocado a Igreja Sara Nossa Terra pela Assembleia de Deus Madureira. A bancada evangélica foi uma das que mais apoiou Cunha na eleição para a Presidência da Câmara.
cunhaassembleia
Eduardo Cunha durante culto na Assembleia de Deus Madureira no Rio em comemoração a sua vitória na disputa para a Presidência da Câmara. Foto: Marcos Arcoverde/Estadão
O presidente da Assembleia de Deus Madureira no Rio, pastor Abner Ferreira, contemplou o presidente da Câmara no culto. “O Satanás teve que recolher cada uma das ferramentas preparadas contra nós. Nosso irmão em Cristo é o terceiro homem mais importante da República”, disse o religioso na época. Abner Ferreira é irmão do pastor Samuel Ferreira, que preside a Assembleia de Deus no Brás, em São Paulo, e aparece no registro da Receita Federal como presidente da Assembleia de Deus Madureira em Campinas, que recebeu os R$ 125 mil da empresa de Júlio Camargo.
Réu na Lava Jato, Júlio Camargo fez acordo de delação e admitiu a existência do cartel de empreiteiras que atuava na Petrobrás e também ter utilizado suas empresas para operar propinas aos executivos da estatal indicados por partidos políticos.  Após dizer à Justiça que Cunha era destinatário da propina de US$ 5 milhões, a advogada de Júlio Camargo Beatriz Catta Preta deixou todos os seus clientes da Lava Jato, um total de nove delatores, e disse nesta quinta ao Estadoque decidiu abandonar a advocacia, pois vinha sendo ameaçada “insistentemente”.
As empresas de Júlio também fizeram doações oficiais para campanhas de políticos em 2010 e 2012 que totalizaram R$ 1 milhão. Dentre os que receberam recursos estão o líder do governo no Senado Delcídio Amaral, que recebeu R$ 200 mil em 2010, e a senadora Marta Suplicy (sem partido) que recebeu R$ 100 mil também em 2010. Também foram feitas doações de R$ 150 mil ao diretório nacional do PMDB.
COM A PALAVRA, A DEFESA
A reportagem entrou em contato com a assessoria do pastor Samuel Ferreira, que informou que ele não iria se manifestar sobre o caso. A defesa de Júlio Camargo afirmou que ele não é evangélico, mas também não quis comentar a transação.
A reportagem também telefonou para o celular de Eduardo Cunha, que não atendeu.]
FONTE: http://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/delator-que-acusou-cunha-tambem-fez-repasse-a-assembleia-de-deus/

10 comentários:

Luciano de Paula Lourenço disse...

É difícil acreditar em qualquer argumento que estes senhores corruptos ou mulas ou corruptores dizem. Mas, se for verdade, então, precisamos urgente de uma reforma na igreja. Não é de se admirar, pois é assaz notório, que a maioria daqueles que cristãos dizem ser estão conformados com o mundo, mas chegar ao ponto de se entranhar no submundo do crime, aí é o fim...
Disse Jesus: "Quando porém vier o Filho do homem, porventura achará fé na terra?" (Lc 18:8).
Não há dúvida, estamos nos últimos dias da igreja (a universal assembleia dos santos).
Que Deus conserve os seus fiéis remanescentes.
Com tristeza por tudo que está ocorrendo, Luciano Lourenço.

Pastor Guedes disse...

Caro Luciano, a Paz do Senhor!

Agradeço por comentar o artigo.

Você está certo. Se for verdade, precisamos urgente deu uma Reforma Ética. O que estamos vendo é o que Ariovaldo Ramos chamou em uma palestra no youtube de a "santificação do jeitinho brasileiro".

Lamentável, mas vamos aguardar as apurações dos fatos.

Abraço.

Gilmar Bapthista disse...

Paz do Senhor pastor Guedes.

Tenho visitado seu blog e aprendido muito. Parabéns!

Pois é, temos que aguardar as investigações. Entretanto, a denominação assembleiana do ministério de Madureira, em suas últimas aparições na mídia gospel não têm sido boas. Basta lembrarmos do heresiarca Rev. Moon com o Senhor Ferreira. Mas, vamos aguardar as investigações sobre este dinheiro doado. Se for verdade, será apenas mais um escândalo na denominação.

Abraços!

Pb. Gilmar Baptysta. Camboriú, SC.

Valdir E. Santo disse...

Graça e Paz, amado!
Há muito sabemos o perigo da proximidade evangélica com a política. Tais fatos, mesmo que não sejam verdadeiros, deixarão sempre nódoas no caráter dos que se envolvem no aspecto mundano das ideologias.
Hoje, dificilmente acharemos igrejas, ministérios e convenções, que não tiram proveito de sua influencia; algumas de forma correta, pois tem direitos assegurados por leis em diferentes áreas da política pública (como entidades sem fins lucrativos); outras, (por meio de seus líderes)por favorecimento ilícitos.
Que possamos nos diferenciar dos que "legalizam" a corrupção (seja o que for e de que tamanho for), como modus vivendus; pois o Fim está próximo. Shalom Adonai!

Pastor Guedes disse...

Caro Gilmar Batista, a Paz do Senhor!


Grato pelo seu comentário.

Sim, não podemos esquecer desse episódio com o Rev. Moon e outra coisas mais. Alguns homens acham que nunca serão pegos, mas a Bíblia diz que tudo feito em oculto será REVELADO.

Abração!

Pastor Guedes disse...

Caro Pr. Valdir do Espírito Santo, a Paz do Senhor!

Bem vindo mais uma vez nessa página.

Concordo com o Amado, mas o pior é que eles se acham inatingíveis! Será?! A legalização da corrupção ou a sacralização do "jeitinho" aqui no Brasil tem corrompido muitos líderes. Que Deus tenha misericórdia deles.

Abração.

Joao Cruzue disse...

Pastor Guedes, eu achava que poço da Petrobrás só dava petróleo...Agora veja que além de óleo e gasolina, também dá propina... Será também oraram agradecendo, como aquele "irmão" corrupto lá de Brasília?

Joao Cruzue disse...

Pastor Guedes, eu achava que poço da Petrobrás só dava petróleo...Agora veja que além de óleo e gasolina, também dá propina... Será também oraram agradecendo, como aquele "irmão" corrupto lá de Brasília?

Pastor Guedes disse...

Caríssimo João Cruzue, a Paz!

Seus comentários aqui são sempre muito bem vindos!

Amigo, em se confirmando os fatos, quero afirmar, sem medo de errar, que esses não são diferentes daqueles. Agradecem a Deus pelo dinheiro corrompido, porque sua fé está corrompida e mais: não ficarão impunes, posto que, como dizemos na nossa velha Assembleia de Deus: "mancharam as vestes da Noiva".

Abraço e que Deus nos guarde dos tais.

Maranata, ora vem Senhor Jesus.

Cleidiana Goes disse...

A pergunta que não quer calar: Onde estar o temor do Senhor?.

Eu sou a favor de cristãos atuarem no meio politico, entretanto que seja para fazer a diferença de forma positiva, sendo exemplo, defendendo os nossos princípios, não par ser apenas mais um corrupto.

"Der dinheiro e poder ao homem, ai saberemos onde verdadeiramente estar a sua essência. Nas coisas efêmeras ou firmadas no Senhor?."