sábado, 8 de março de 2014

ENTENDA POR QUE PAUL YOUNG CHO FOI PRESO


Por Cho Yeon-hyun,  correspondente

Fonte: hani.co.kr

Tradução de João Cruzué

O Presbitério da Igreja do Evangelho Pleno de Yoido, a maior igreja-congregação do mundo, convocou  uma  reunião com a imprensa no Edifício Ecumênico da Coreia, no distrito Jongno, Seul no dia 14 de novembro 2013. Seu objetivo:  denunciar que o  Pastor  David Yonggi Cho e a sua família do devio de centenas de bilhões dos wons [500 milhões de dólares] dos dízimos e ofertas da Igreja.

O montante indevidamente apropriado, segundo os anciões da Igreja, está  além da imaginação. O Presbitério também publicou o relatório de uma investigação feitos por um comitê de investigação especial e pelo comitê de ética (formado no ano passado pela Igreja) para averiguar três  irregularidades praticadas pelo Pastor Cho. Desta vez, as denúncias vieram de membros de um grupo de oração chamado Encontro de Oração para a Correção da Igreja, incluindo entre os denunciantes os Presbíteros Kim Dae-jin e Kim Seok-kyun. 

Primeiro, os anciões informam que o Pastor Cho devolveu apenas 64.3 bilhões de wons (US$60.2 milhão), dos 163.3 bilhões wons (US$ 152.9 milhão) que ele pediu emprestado (da Igreja) para construir o Edifício CCMM. Esta construção se deu entre 1992 e 1998, quando Cho foi o administrador da Sociedade de Missões da Igreja. O restante dos 99 bilhões de wons (US$92.7 milhão), diz eles que nunca foram devolvidos.

Pelos cálculos do Presbitério, os pagamentos da construção de 28.5 bilhões de  wons (US$26.7 milhão) e 16.6 bilhões de wons (US$15.5 milhão) foram feitos naquele tempo à Next Media Corporation e a Facility Managment Korea, empresas dirigidas por Hee-Jun,  filho mais velho do Pastor David (Paul) Yonggi Cho.

Também está sendo denunciado pelo Presbitério que Seung-Jae (o filho primogênito do Pastor Cho Cho) teria embolsado 7.7 bilhões de wons (US$7.2 Milhões) dos três andares do Edificio International Club Management Group que ele comprou com o dinheiro da igreja por 29.5 bilhões wons (US$27.6 milhão) e três anos depois os  vendeu três anos depois por 37.2 bilhões wons (US$34.8 milhão).

Em adição isto, houve apropriação ilegal de 34.2 bilhões de wons (US$32 milhão) em Kukmin Ilbo  de 50,000 pessoas com  investimentos em ações, em que Hee-Jun Cho também foi acusado pelos anciões de fugir com um total de 240 bilhões wons (US$224.7 milhão) em ativos relacionados à igreja.

Os anciões também exigem que a esposa de David Cho, Kim Sung-hae, presidente da Universidade Hansei, não prestou contas dos 10.5 bilhões wons (US$9.8 milhão) que  foram pagos pela igreja como manutenção das atividades da  Universidade Cristã Bethesda, uma instituição que ela dirige nos EUA. Os anciões também   verificaram que alguns bens imóveis dos Estados Unidos foram comprados pela Universidade por US$15 milhões com o dinheiro de Igreja.

Na totalidade,  os Anciões estão acusando os Chos de um desfalque de mais de  US$ 500 milhões de dólares nas finanças da igreja.

Os amigos do pastor David Yonggi Cho insistem em dizer que ele não teve “nenhuma participação direta nos desvios do dinheiro.”

Os defensores de Kim Sung-hae (esposa do pastro Cho) disseram que os detalhes da situação do campus Universidade Cristã Bethesda seriam trazidos à luz pelo Ministério Público, que está investigando atualmente o caso. Todavia, acrescentaram que as reclamações dos anciões não passam de“simples alegações e não de fatos concretos. e  que não vale a pena responder a cada uma.”

A parte mais explosiva das denúncias é o montante  de dinheiro que supostamente foi recebido por David Yonggi Cho. Os anciões reclamam que ele recebeu um pagamento no seu jubilamento de 20 bilhões wons (US$18.7 milhões) quando  deixou a Presidência da Igreja em 2008 - e que isto que foi decidido por ele, sem qualquer conhecimento ou votação do Conselho Principal de Tomada de Decisão da Igreja.

Eles também disseram que nenhuma informação foi disponibilizada sobre o  paradeiro dos 12 bilhões wons (US$ 11.2 milhão) pagos anualmente, entre 2004 e 2008 - 60 bilhões de wons no total - “a título de "despesas especiais de missões.”

Os anciões constataram que a Igreja recebe por ano um total de 100 a 120 bilhões de wons (US$ 93.6 -112.3 milhões de dólares) em ofertas e dízimos.

O Presbitério também acusa que Cho continuou controlando a Igreja mesmo após seu jubilamento, tomando decisões como se fosse o "governador" - ao ponto de seu sucessor, o Pastor Lee, ter tido dificuldades para trocar os operadores da Tesouraria por gente de sua confiança.

Um dos antigos anciãos, Ai Okey-sing confessou na conferência de imprensa, que no passado teria tomado  parte em uma oferta de 1.5 bilhões de wons (US$1.4 milhão) em troca do original do texto de  livro “Madame Butterfly em Paris”  que uma vocalista na França conhecida como Jeong, estava escrevendo sobre um caso extra- conjugal com Cho.

“Um líder de  qualquer seita poderia violar os mandamentos da Lei de Deus e fazer como  quisesse, mas um pastor não pode fazer isto,” O Presbítero Ai disse que “14 anos atrás, encontrei-me com o Reverendo Cho muitas vezes, para tentar persuadi-lo a arrepender-se para voltar a ser um grande pastor. Mas a corrupção continuou. Por isso não tive outra escolha  a não ser revelar o caso publicamente.”

Os anciões também publicaram nota  feita pelo próprio Cho, em  que ele daria a Jeong 1.5 bilhões de wons em troca de sua discrição para não fazer  nenhuma menção  futura do seu relacionamento, junto com cópias de recibos de duas transações que totalizaram 3 bilhões wons.

O Centro  de Relações Públicas da Igreja de Yoido disse que as acusações eram “matéria pessoal e que a Igreja não tinha nenhum comentário a fazer.”

Lee Won-gun, um ancião  quem servia como “chefe de gabinete pessoal” do Pastor Cho disse que ele é  “despreocupado com  dinheiro, e que eu nunca  o vira  falar sobre a oferta ou não  oferta de dinheiro para alguém. Haverá uma  resposta sobre isto depois da averiguação  das denúncias dos Anciãos” - acrescentou Lee.

Pastor David Cho está atualmente em julgamento por causa de um suposto prejuízo 15.7 bilhões de wons (US$14.7 milhão) à Igreja por instruir  uma compra de 250,000 ações da carteira  de seu filho mais velho, por uma cotação de  quatro vezes o valor de mercado. Durante a conferência de imprensa, uma altercação física ocorreu quando os apoiadores de um número de Cho tentaram apressar a conferência de imprensa e acusaram os presbíteros de "de insultar" o Pastor.

O resultado do julgamento aqui: christianmessenger
-----------
Se alguém perguntar, ele não era evangélico? Eu vou concordar com a resposta: era. Caiu naquilo que mais sabia e era mestre dos outros. É por isso que temo a Deus. O Diabo consegue derrubar o crente naquilo que ele, crente, pensa que é mais forte. Por exemplo, o que aconteceu na vida de Pedro. Não estou feliz com a queda do Pastor Cho. Cumpriu-se na vida dele o versículo: Aquele que está de pé, cuide-se para que não caia! ele já estava caído, mas não se arrependeu. O que deixou escondido, foi revelado aos olhos de todo mundo. E muitos outros também estão caídos, se não se arrependerem, vão passar pela mesma vergonha e escandalizarão a muitos. Diante da soberba vem o abismo, e da humildade, a honra.

Que Deus tenha misericórdia de mim.
fonte: http://olharcristao.blogspot.com.br/2014/03/pastor-cho-e-o-maior-escandalo-da.html

15 comentários:

Marcio Rodrigues disse...

Tenho Acompanhado o trabalho dele, infelizmente não conheço pessoalmente, mas julgamos a arvore pelo fruto, e todos nós sabemos que onde se tem muito dinheiro criamos um paradigma que evangélico não pode usufruir de riquezas, o que essa igreja faz e fez na Coreá é digno de respeito,o Prº Paul Cho se dedicou toda a sua vida a igreja, mudou a história da Coreá e como todo trabalho de Deus sempre vem os parasitas de satanás para neutralizar o trabalho que vem sendo realizado. Inveja, ou uma pura manifestação de satanás de forma contundente usando a logica e escondendo os benefícios realizados por esse homem de Deus é algo bem comum nas atividades evangélicas, sempre vamos ter opositores dentro do corpo de Cristo, ou melhor sempre vai existir o chamados os vírus no Corpo tentando deixa-lo doente. Não acredito que ele seja corrupto, da mesma forma que criaram evidencias do crime de Jesus, isso poderá acontecer com qualquer um.

Newton Carpintero, pr. e servo. disse...

E de mim TAMBÉM.

Paz amado,

O menor.

Orlando - Sou Teológico disse...

Eu também preciso da oração dos irmão, não tá fácil não!

Abraços pr Guedes

Orlando

rene alvarez disse...

Um dos poucos que ora corretamente. Ele não pede, mas agradece pela fé como se ja tivesse recebido.

Ametisportre disse...

Que sejamos um no filho como ele é um no Pai

Pr Guedes, você tem certeza dos fatos? Se não remova seu post e peça para sua igreja orar por você e por ele, pois o que acha que está em pé cuide para que não caia. Que Deus o abençoe em nome de Jesus.

Que sejamos um no filho como ele é um no Pai

Jesus, perdoa a tua igreja, é tempo de concerto.

Pastor Guedes disse...

Prezado Ametisportre, obrigado por comentar a matéria.

Amigo, em nenhum momento escrevi esse artigo. Por favor, faça uma releitura do texto e perceba que a fonte da NOTÍCIA está no início e no fim da postagem. E mais: leia o final de tudo quando o meu amigo, tradutor do post, João Cruzué, dá o seu parecer e pede para Deus ter misericórdia dele. João Cruzué é um dos mais respeitados blogueiros evangélicos, é crente e obreiro da Assembleia de Deus, é pessoa equilibrada e madura, não se deixando levar por "fofoquinhas" do meio gospel.

Não se precipite em suas conclusões...

Abraço.

Ruty Me disse...

Entregar um lider abençoado tem de se ter muita coragem...mas como está escrito exortei vos uns aos outros...e, conserte-se logo à quem se deve pra que não aconteça que te meta na prisão, tambem está escrito se vir alguem ir pra morte (prisão é um especie de morte, ficar lá sem poder fazer mais nada) faça tudo para que isso não aconteça e não entregar para ser preso...e à um grande servo...foi erro mesmo do tal presbitero entregando-o. O coitado do senhor pastor que trabalhou tanto na Obra de Deus...nem na Hora do descanso (aposentadoria) pode usufrui-lo é?

Bruno Alves disse...

Sou Cristão, e me pergunto,será que os fins justificam os meios?
Não estou confrontando oque VC disse mais eu acho isso uma situação complicada pela falta de transparência com a igreja pelo meu entender.

Pastor Guedes disse...

Prezado Irmão Bruno Alves, a Paz do Senhor!

Concordo com você: a falta de transparência nas igrejas, principalmente quando o assunto é dinheiro, é de se lamentar.

Abraço e a Paz!

FLAVIO GARCIA disse...

Boa noite e a paz do senhor a todos!Meu nome é Flavio Garcia Filho e Acho que ser pastor, liderar não é para humanos mas já que tem de ser assim, cabe a todos comentar sim e até exortar pois alguns pastores acabam caindo na velha cilada do inimigo se encantando pelo dinheiro e bens materiais e se o cara quer ter aposentadoria tranquila ele tem de ser honesto"procure ser obreiro aprovado que não tem do que se envergonhar",lembram desse versículo, simples assim quer ser rico, tudo bem mas não se esqueça que ricos dificilmente se salvarão pois aquilo que pregaram a vida toda é que vos salvará pra dize a verdade não tenho temor algun de comentar essas coisas e alguns pastores que se intitulam o anjo da igreja acham que podem tudo e que são blindado, gostaria de saber se um membro dizimista ofertante precisasse de um terço dessa grana se eles emprestariam ao irmãozinho.......... A PAZ

Unknown disse...

Pastor guedes continue com as postagens mantendo-nos informados parabens

Pastor Guedes disse...

Amém, Amado Flávio Garcia, a Paz do Senhor!

Manteremos os amados sempre bem informados, com a Graça de Deus.

Deus te abençoe pela visita e pelo comentário honesto.

Abraço.

Anônimo disse...

Amados, tenho ministrado que o Antigo Testamento é constituido de detalhamentos que suprem e preenchem as lacunas e as omissões do Novo Testamento.

como disse Salomão, não há nada de novo debaixo dos céus.

e a figura que representa os pastores de hoje no Antigo Testamento são os reis de Judá e de Israel.

takayoshi

Noé Lopes disse...

Pelo pouco que o conheço, sei que é mentira de seu maior inimigo, satanás(Acusador dos irmãos)

Pastor Almir Borges disse...

Não tenho autoridade e nem autorização bíblica para julgar este homem de Deus que mudou a história da Coreia e do mundo com seus ensinamentos sobre, ORAÇÃO FÉ e GRUPOS FAMILIARES. Se ele errou, quem sou eu para condená-lo? Não sou Juiz nem das coisas terrenas, quanto mais das espirituais envolvendo um Líder Mundial deste Nível, eu não me meto nestas coisas, pois não sou maluco.
Deus é Juíz.