segunda-feira, 23 de setembro de 2013

ROCK IN RIO TEVE PROVOCAÇÃO À IGREJA, LETRAS BLASFEMAS E APOLOGIA AO SATANISMO. VEJA AQUI A TRADUÇÃO DE ALGUMAS MÚSICAS.

"Lucifer, nós estamos aqui", entoa em uma das canções Papa Emeritus II, vocalista da banda sueca Ghost B. C., fã de Black Sabbath e (ao menos declaradamente) seguidora do satanismo que virou marca (e marketing) do grupo de Ozzy Osbourne. Do jeito que se apresenta, o Ghost se assemelha a um Slipknot – outra banda de maquiados e/ou mascarados – para adultos. O deboche à Igreja Católica e o satanismo deixam toda a música dos suecos em segundo plano.
Para que a comparação não soe injusta, é bom frisar que o público dos mascarados americanos pulam até o final com a espécie de new-metal que o grupo paz. Já o que foi apresentado pelo Ghost nesta quinta-feira de Rock In Rio foi uma missa-rock com distribuição do tédio transubstanciado em hóstia.
Nem os mais próximos do repertório da banda sueca conseguiram manter o ânimo e a excitação que veio com Infestissumam, logo no início do show. Papa tentou respostas do público, em vão. "Boa noite, Rio", "¿Qué tal?", "How are you doing?", insistiu, em diversas línguas, talvez testando aquela que a plateia daqui fala.
Nenhuma delas foi capaz de reverter o clima fúnebre instalado pela música do Ghost. Se o inferno for tão chato quanto o som dos suecos, evite ficar íntimo do tinhoso.
A música que foi tocada na abertua do "show" é a mesma que esta de fundo num video sobre um cemitério mal assombrado de Londres que postei aqui no blog, vejam esse post aqui, essa música é assustadora, da medo mesmo. Pesquisei a tradução dela, sigam abaixo:
O Mais Hostil
O Pai
O Filho
O Espírito Maligno
Todo celeste
Destruir

Anti-Cristo
O Filho de Satanás
O mais hostil

Vejam a tradução de outra musica
Ano Zero
Belial, Behemoth, Belzebu... Asmodeus, Satanas, Lucifer

Desde o amanhecer de tempo que o destino dos homens é a de piolhos
Igualdade de parasitas e movendo-se sem os olhos
Um dia de ajuste de contas quando Veneza é queimar
Desce juntos agora e dizer as palavras

Hail Satã, Arcangel Senhor
Hail Satã, Ano Zero Bem-vindo


Belial, Behemoth, Belzebu... Asmodeus, Satanas, Lucifer

crista caída reis e rainhas reconfortante em sua fé
Sem o conhecimento deles é a presença do fantasma. Desd
destino dos homens é igual ao destino de piolhos
Como nova aurora nasce você deve reconhecer agora o senhor sobre de todos

Hail Satã, Arcangel Senhor
Hail Satã, Ano Zero Bem-vindo

Ele vai tremer as nações
Kingdoms a cair um a um. Vítim
se apaixonar por tentações
A filha se apaixonar por um filho
A antiga serpente enganador
As massas de pé em reverência
Ele irá ascender aos céus
acima das estrelas de Deus

Hail Satã, Arcangel Senhor
Hail Satan, Ano Zero Bem-vindo

E pra fechar mais uma tradução de uma música, aterrorizante:
Ritual
Esta noite estamos convocados por uma causa divina
Lembrança-não
Mas pelas suas perdas futuras

Essa capela de ritual
Tem cheiro de sacrifícios de humanos mortos
Do altar...

Beduínos e nômades
Carregados através do tempo
Através pestes e fome
Esses papéis antigos de rimas

"Nosso anjo caÍdo atormentado
Foi expulso do céu
Recite agora do texto
Reze para todos morrerem"

Essa capela de ritual
Tem cheiro de sacrifícios de humanos mortos
Da cama do altar
Nessa noite de ritual
Invocando nosso mestre
Para procriar o profano bastardo

"Pai nosso
que estás no inferno
profano seja o vosso nome
amaldiçoado sejam os filhos e filhas
de seus nemesis
quem são culpados
venha ao nosso reino
Amém"

Essa noite estamos convocados pelo seu demônio profano
Agora comemore
O fim

Essa capela de ritual
Tem cheiro de sacrifícios de humanos mortos
Da cama do altar
Nessa noite de ritual
Invocando nosso mestre
Para procriar o profano bastardo

Vejam algumas fotos

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

STF DECIDE POR RETOMAR O JULGAMENTO DE 12 RÉUS DO MENSALÃO. ENTRE ELES DIRCEU, DELÚBIO E GENOÍNO

Celso de Mello durante a sessão desta quarta (18)

Após mais de duas horas de argumentação, o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Celso de Mello encerrou seu voto pela aceitação dos embargos infringentes no julgamento do mensalão, garantindo uma maioria de seis votos pela retomada do julgamento de 12 réus nos crimes de formação de quadrilha e lavagem de dinheiro.

Após o voto do decano, por volta das 16h45, o presidente do Supremo e relator do processo, ministro Joaquim Barbosa, anunciou intervalo de 30 minutos "antes de proclamar o resultado".
Os embargos infringentes são cabíveis aos réus que tiveram pelo menos quatro votos pela absolvição em algum crime. Com isso, terão direito a um novo julgamento nove réus condenados por formação de quadrilha: José Dirceu (ex-ministro da Casa Civil),José Genoino (ex-presidente do PT), Delúbio Soares (ex-tesoureiro do PT),Marcos ValérioRamon HollerbachCristiano Paz (os três, publicitários), Simone Vasconcelos (ex-funcionária de Valério) --cuja pena por formação de quadrilha já prescreveu--, Kátia Rabello e José Roberto Salgado (ex-dirigentes do Banco Rural).
Outros três réus condenados por lavagem de dinheiro poderão apresentar os infringentes: João Paulo Cunha(deputado pelo PT-SP), João Cláudio Genú (ex-assessor do PP na Câmara) eBreno Fischberg (ex-corretor financeiro).
A defesa desses 12 réus terá que esperar a publicação do acórdão da primeira fase de julgamento dos recursos (quando foram analisados os embargos de declaração) para apresentar os embargos infringentes. Com a publicação do acórdão (que deve demorar de 30 a 60 dias), os advogados terão o prazo de 15 dias, prorrogável por mais 15, para apresentar os recursos. A partir daí, um novo relator deverá ser sorteado --estarão excluídos Joaquim Barbosa e Ricardo Lewandowski, relator e revisor da ação penal original, respectivamente.
O decano do Supremo, ministro Celso de Mello, foi responsável pelo desempate do placar. Antes de sua decisão favorável aos embargos infringentes, já haviam votado dessa forma os ministros Luís Roberto Barroso, Teori Zavascki, Rosa Weber, Dias Toffoli e Ricardo Lewandowski. Foram vencidos o relator do processo e presidente do Supremo, Joaquim Barbosa, e os ministros Luiz Fux, Cármen Lúcia, Gilmar Mendes e Marco Aurélio Mello.

sábado, 14 de setembro de 2013

JOAQUIM BARBOSA É PRESSIONADO POR AMIGOS A DEIXAR O STF, CASO O JULGAMENTO DO MENSALÃO ACABE EM PIZZA.

Joaquim Barbosa - Presidente do STF

CLÁUDIO HUMBERTO
A expressão “está tudo dominado” tem sido muito utilizada por amigos e interlocutores do presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Joaquim Barbosa, para recomendar, inclusive em mensagens para seu celular, que abandone a Corte em protesto contra os rumos do julgamento do mensalão, com tendência para rever sentenças e livrar da cadeia 11 réus na ação, entre os quais o ex-ministro José Dirceu.
Condenado por “chefiar a quadrilha do mensalão”, José Dirceu pode se livrar da pena por formação de quadrilha, e escapar do regime fechado. Observadores experientes do comportamento dos ministros do STF acham que o mais provável é que o placar pró-mensaleiros será 6×5.
Amigos querem que Joaquim faça mais do que Adauto Lúcio Cardoso em 1971, e explique, em rede nacional de rádio e TV, por que não ficaria no STF. Ele se referem ao episódio histórico em que Adauto Lúcio Cardoso, indignado com a decisão do STF de julgar constitucional a lei de censura prévia decretada pelo então ditador Emílio Garrastazzu Médici, ele se despiu da capa de ministro, jogou-a sobre a cadeira e saiu do recinto.
Lobby do Olimpo – Advogados que militam em tribunais superiores afirmam que Lula “operou” fortemente no STF, junto a ministros nomeados por ele e por Dilma, pela admissão dos embargos infringentes, para rever o caso.
Fazenda dos bichos – Na defesa de seu voto a favor dos embargos infringentes que permitem novo julgamento dos mensaleiros, o ministro Teori Zavascki falou até em “quadrúpedes”. Ele não se referia ao respeitável público. (Coluna de Cláudio Humberto)
Vi no Point Rhema 

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

BISPO MANOEL FERREIRA CONSAGRA DUAS NETAS AO MINISTÉRIO DE EVANGELISTA.

Bispo Manoel Ferreira

Obs. Nas Assembleias de Deus o Ministério de Evangelista corresponde ao de Pastor, tendo direito a voto nas Convenções. Uma das "Evangelistas" tem apenas 19 anos e conta, em um vídeo abaixo, toda sua experiência de ministério para chegar à consagração.
Conforme nota publicada na fã page da Editora Betel no Facebook, editora da AD Ministério de Madureira, o Bispo Manoel Ferreira, presidente da CONAMAD consagrou duas de suas netas para o Ministério de Evangelista, as primeiras da AD de Madureira.

Emocionada, Nátaly Ferreira, a Primeira Evangelista da Assembleia de Deus - Ministério de Madureira conversa com a Editora Betel e conta um pouquinho da sua história. Nátaly foi consagrada Evangelista no dia 29 de agosto de 2013, pelo Bispo Manoel Ferreira, durante o 45º CIBEN, realizado em Foz do Iguaçu/PR, e é filha do Pastor Magner Ferreira, Presidente da AD em Marechal Hermes (RJ), e da Pastora Sirley Ferreira.






Marinna Costa Ferreira, filha do Reverendo Samuel Ferreira (Presidente da AD Brás — SP) e da Pastora Keila Ferreira (Presidente da CIBEN) também foi consagrada Evangelista.









Após as consagrações, o Bispo Manoel Ferreira insistiu que devemos investir nos jovens para trabalhar no Reino de Deus.

(CIBEN é o Congresso Geral de Mulheres da CONAMAD)

Assista ao testemunho da jovem após ser consagrada


FONTE: Página da Editora Betel no FACEBOOK via Diário AD no Brasil
Vi no Point Rhema

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

VEJA AQUI OS NOMES DOS 104 DEPUTADOS QUE AJUDARAM A REDUZIR O QUORUM E IMPEDIR A CASSAÇÃO DE NATAN DONADON. ENTRE ELES MUITOS EVANGÉLICOS.

A seguir, a lista completa dos 104 deputados que não votaram na sessão de ontem (28.ago.2013), quando foi analisado (e rejeitado) o pedido de cassação do deputado Natan Donadon (ex-PMDB), de Rondônia.
Muitos desses deputados estavam presentes na Câmara, mas preferiram não votar. Para efeitos práticos, é como se tivessem faltado.
Para todos os efeitos, portanto, estavam ausentes da sessão de votação. Ou seja, esses 104 deputados foram explicitamente a favor de salvar o mandato de Natan Donadon: ajudaram a reduzir o quórum e tornaram mais difícil atingir os 257 votos, o mínimo necessário para uma cassação.
Eis a relação completa dos ausentes (os que não votaram) na sessão de 28.ago.2013:
Abaixo, a relação oficial fornecida pela Câmara dos Deputados *
PT
Presentes – 78
Votantes – 67
Registraram presença, mas não votaram:
Angelo Vanhoni (PR)
Beto Faro (PA)
Biffi (MS)
Iriny Lopes (ES) (Veja aqui a justificativa apresentada)
João Paulo Cunha (SP)
Marina Santanna (GO)
Miguel Correa (MG)
Odair Cunha (MG)
Pedro Eugênio (PE)
Pedro Uczai (SC)
Vicentinho (SP)
PP 
Presentes – 32
Votantes – 24
Registraram presença, mas não votaram:
Beto Mansur (SP)
José Linhares (CE)
José Otávio Germano (RS)
Luiz Fernando Faria (MG)
Paulo Maluf (SP)
Renzo Braz (MG)
Toninho Pinheiro (MG)
Vilson Covatti (RS)
PMDB
Presentes – 73
Votantes – 66
Registraram presença, mas não votaram:
André Zacharow (PR)
Eliseu Padilha (RS)
Gabriel Chalita (SP)
Genecias Noronha (CE)
Leonardo Quintão (MG)
José Priante (PA)
Newton Cardoso (MG)
PSD
Presentes – 38
Votantes – 33
Registraram presença, mas não votaram:
Edson Pimenta (BA)
Eduardo Sciarra (PR) (Veja aqui a justificativa apresentada)
Eliene Lima (MT)
José Carlos Araújo (BA)
Sérgio Brito (BA)
DEMPresentes – 26
Votantes – 22
Registraram presença, mas não votaram:
Cláudio Cajado (BA) (Veja aqui a justificativa apresentada)
Jorge Tadeu Mudalen (SP)
Lira Maia (PA)
Eli Correa Filho (SP)
PDT
Presentes – 26
Votantes – 23
Registraram presença, mas não votaram:
Enio Bacci (RS)
Giovani Cherini (RS)
Giovanni Queiroz (PA)
PR
Presentes – 31
Votantes – 29
Registraram presença, mas não votaram:
Valdemar Costa Neto (SP)
Vicente Arruda (CE)
PSB
Presentes – 21
Votantes – 19
Registraram presença, mas não votaram:
Abelardo Camarinha (SP)
Paulo Foletto (ES)
PSC
Presentes – 16
Votantes – 14
Registraram presença, mas não votaram:
Nelson Padovani (PR)
Pastor Marco Feliciano (SP)
PSDBPresentes – 45
Votantes – 43
Registraram presença, mas não votaram:
Carlos Roberto (SP)
Marco Tebaldi (SC)
PCdoBPresentes – 12
Votantes – 11
Registrou presença, mas não votou:
Jandira Feghali (RJ)
PMNPresentes – 3
Votantes – 2
Registrou presença, mas não votou:
Jaqueline Roriz (DF)
PPSPresentes – 10
Votantes – 9
Registrou presença, mas não votou:
Arnaldo Jardim (SP)
PVPresentes – 10
Votantes – 9
Registrou presença, mas não votou:
Eurico Júnior (RJ)
Fonte: Congresso em Foco, com base nas listas de presença e votação da Câmara dos Deputados, na sessão extraordinária de 28 de agosto de 2013.