segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

ENTREVISTADOR DO IG EDITA TEXTO TIRANDO FALAS DA MARA MARAVILHA SOBRE SEU AMOR A JESUS

Não é de hoje que vemos na mídia uma evidente e desvelada perseguição contra o povo evangélico. Acabei de ler o chamado para acompanhar uma entrevista com a ex-apresentadora infantil Mara Maravilha, hoje evangélica, em que o entrevistador admite com toda naturalidade ter pinçado e retirado do texto "MUITAS PARTE" (sic) em que a entrevistada fala do seu amor por Jesus. Ora, ora, por que não pode ser publicada a matéria na íntegra? É bem verdade que algumas "celebridades" evangélicas as vezes abusam nas entrevistas, falando somente de Jesus, mas pergunto falar de Jesus é ilegal ou imoral? Falar do seu amor por Ele é tão impublicável assim ou será que não dá ibope? Seria preconceito contra os evangélicos? Fico com a última pergunta. POR QUE SERÁ QUE O NOME DE JESUS INCOMODA TANTO ESSA GENTE?
Não conheço a Mara, não sou seu fã e nem tenho procuração para defendê-la, porém, entendo que toda entrevista deveria ser publicada na íntegra em respeito ao entrevistado e ao público leitor. Não li a entrevista, mas passei os olhos sobre todo o texto e posso garantir que, se não for reeditado, poderiam trocar a expressão MUITAS por TODAS, pois em nenhum momento reproduziram o que a entrevistada falou de seu amor por Jesus. Que respeito e credibilidade tem um "jornalista" desses e sua coluna? Fica aqui o meu protesto. Abaixo, a chamada para a leitura do encontro entre entrevistador e entrevistada: 
A entrevistada de hoje chama-se Eliemary Silva da Silveira, ou simplesmente é Mara Maravilha, que ficou famosa na década de 80 quando ganhou um programa infantil no SBT. Recentemente, ela ganhou uma má fama de homofóbica, que talvez lhe caia muito bem.
Este colunista admite que pensou duas vezes antes de entrevistá-la. Tinha medo de que ela transformasse o bate-papo numa evangelização entediante. Admitimos, portanto, que, para deixar o texto mais dinâmico, foram retirados muitas parte em que Mara fala sobre seu amor a Jesus.
Por isso, faço um pedido: dispa-se do preconceito! Conheça e divirta-se com esta sincera entrevista com Mara Maravilha.


Nenhum comentário: