sábado, 14 de setembro de 2013

JOAQUIM BARBOSA É PRESSIONADO POR AMIGOS A DEIXAR O STF, CASO O JULGAMENTO DO MENSALÃO ACABE EM PIZZA.

Joaquim Barbosa - Presidente do STF

CLÁUDIO HUMBERTO
A expressão “está tudo dominado” tem sido muito utilizada por amigos e interlocutores do presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Joaquim Barbosa, para recomendar, inclusive em mensagens para seu celular, que abandone a Corte em protesto contra os rumos do julgamento do mensalão, com tendência para rever sentenças e livrar da cadeia 11 réus na ação, entre os quais o ex-ministro José Dirceu.
Condenado por “chefiar a quadrilha do mensalão”, José Dirceu pode se livrar da pena por formação de quadrilha, e escapar do regime fechado. Observadores experientes do comportamento dos ministros do STF acham que o mais provável é que o placar pró-mensaleiros será 6×5.
Amigos querem que Joaquim faça mais do que Adauto Lúcio Cardoso em 1971, e explique, em rede nacional de rádio e TV, por que não ficaria no STF. Ele se referem ao episódio histórico em que Adauto Lúcio Cardoso, indignado com a decisão do STF de julgar constitucional a lei de censura prévia decretada pelo então ditador Emílio Garrastazzu Médici, ele se despiu da capa de ministro, jogou-a sobre a cadeira e saiu do recinto.
Lobby do Olimpo – Advogados que militam em tribunais superiores afirmam que Lula “operou” fortemente no STF, junto a ministros nomeados por ele e por Dilma, pela admissão dos embargos infringentes, para rever o caso.
Fazenda dos bichos – Na defesa de seu voto a favor dos embargos infringentes que permitem novo julgamento dos mensaleiros, o ministro Teori Zavascki falou até em “quadrúpedes”. Ele não se referia ao respeitável público. (Coluna de Cláudio Humberto)
Vi no Point Rhema 

3 comentários:

Anônimo disse...

Boa noite!
Joaquim Barbosa não teria essa coragem toda de abandonar o filão dele nem a oportunidade de continuar aparecendo como justiceiro e salvador da pátria. Ele vestiu a toga da presidência do STF e se acha dono da verdade. Sei que o voto do Celso de Mello ainda não está dado, mas provavlemente será a favor dos embargos infringentes por questões técnicas, nada a ver com pizza. Realmente vivemos num país de injustiças, mas querermos julgar politicamente é totalmente equivocado, já tem as urnas para fazerem isso. E pelo que me consta, o PT tem vencido de lavada e com apoio popular e de todas as camadas da sociedade e também nas 5 regiões do país. Que a oposição invente outro jeito mais honesto para vencerem as eleições. Não sou advogado e entendo muito pouco de leis, mas leiam um pouco de Carta Capital ou outro órgão da imprensa neutro e vão ver as razões técnicas para a aceitação dos embargos infringentes. Isso vai adiar a decisão, mas não vai representar impunidade. Muito obrigado e saudações.

Alberto Couto Filho disse...

Amigão,
Paz
Também por questões técnicas 5 ministros não aceitaram os embargos infringentes (seriam justiceiros ou salvadores da pátria?.
Tudo bem - dirão os condenados (praticamente absolvidos) que ameaçaram "abrir o bico" sobre a verdadeira mentoria de toda esta canalhice, se fossem trancafiados: "TUDO PODEMOS EM LULA QUE NOS FORTALECE";
Tudo bem - perguntará o lesado erário nacional: "O DINHEIRO ROUBADO, NO CASO DE ABSOLVIÇÃO, SER-ME-Á DEVOLVIDO?"
Tudo bem - digo eu, acabando ou não em pizza: saia Ministro Joaquim Barbosa. Os ministros petistas não te merecem, por não estarem dispostos a "salvar a pátria", como V.Exa.
Amigão, eis uma observação de um respeitável jornalista (Reinaldo Azevedo) sobre o senhor Leandro Fortes, jornalista investigativo "sui dissent" de um órgão da imprensa, de DISCUTÍVEL neutralidade. (maio/2012)
"Esta revista parece, como diria o Padre Vieira, sempre ocupada em duas coisas: 1 - em denunciar falcatruas e 2 - em praticá-las.
Alberto Couto Filho

Anônimo disse...

Caro Alberto! Vou aparecer como anônimo porque o sistema do blog é muito complicado e não consigo deixar meu nome (Geser Dominicale). Respeito o senhor e seus argumentos, mas observe como é difícil opinarmos quando entre 10 ministros gabaritados, 5 pensam de um jeito e 5 de outro. Sobre a Carta Capital, ela pode não ser imparcial porque expõe seus pensamentos com clareza, mas já bateu pesado no PT com matérias de capa e fiscaliza o poder com fatos e argumentos, não por ser sorrateira como a Veja. O sr. Reinaldo Azevedo é um títere da classe reacionária, sicofanta e mentirosa, que apenas quer manter seu status quo sem nunca pensar no próximo e nos menos favorecidos. Lula não é todo poderoso e não sei se o dinheiro será devolvido, aguardemos o que o Supremo vai decidir. Como homem culto que o senhor é, procure dois artigos no tendências/debates que saiu na Folha no sábado 14 e leia os argumentos prós e contras aos embargos infringentes. Também tenho sede de justiça, mas a aguardo no raiar do Milênio. Graça e Paz e obrigado!