sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

PASTOR SILAS MALAFAIA RESPONDE À REVISTA FORBES

Embora o texto do enriquecimento dos pastores no Brasil não seja meu, mas da Revista Forbes, resolvi publicar a defesa do Pastor Silas porque acho ético e sempre agi assim como editor deste blog. Com a palavra o Pastor Silas Malafaia:

Pr. Silas responde
Existe um jogo muito bem organizado para denegrir pastores evangélicos a fim de que a sociedade tenha uma ideia de que pastor é um malandro usurpando dinheiro de imbecis e idiotas a fim de se locupletar.
Como sou psicólogo, aprendi que para a mente humana acreditar em alguma coisa são necessárias várias repetições. Se você não tem consistência na sua mente sobre a verdade, uma mentira várias vezes repetida para você, passa a ser uma verdade no seu processo mental. E é este o jogo: construir um preconceito da sociedade em relação a pastores e as igrejas evangélicas.
Estão com um medo danado do nosso crescimento.
Agora deixa eu desmentir essa “safadeza” inescrupulosa da Forbes Brasil em relação a minha renda:
1- Eu sou o pastor que nunca neguei informação a nenhum veículo de mídia, tanto é que meu patrimônio, receita da Associação Vitória em Cristo, da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, da Editora Central Gospel, já foram publicadas por diversas entrevistas que dei, entre as quais, as páginas amarelas da revista Veja.
2- Não tenho medo, nem o que esconder do meu patrimônio, porque tudo o que possuo foi constituído de maneira legal, tanto diante da lei dos homens, quanto das leis de Deus. E mais, há 25 anos não recebo salário de pastor, não que seja errado ou pecado. A Bíblia diz que digno é o obreiro do seu salário. Foi uma decisão de foro íntimo da minha relação pessoal com Deus.
3- Se juntarmos a receita da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, QUE NÃO É MINHA, mais a receita da Associação Vitória em Cristo, QUE NÃO É MINHA, com mais o faturamento da Editora Central Gospel, que é minha propriedade, e mais as ofertas voluntárias que recebo por palestras dadas, somando tudo isto, não dá a metade do que eles anunciaram como receita pessoal minha. É só para vocês verem a safadeza e a cachorrada desses inescrupulosos.
4- Tudo o que tenho de patrimônio pessoal e renda, estão declarados na Receita Federal. Não tenho nada a temer ou a dever. Dizer que a informação da minha renda foi dada pelo Ministério Publico do Brasil e pela Polícia Federal é uma afronta a essas instituições sérias, porque eles não tem autoridade legal para fornecer nenhum tipo de informação como esta. Mais uma vez para provar a mentira desses safados, mediante a isto, entrarei com uma ação judicial contra a Forbes Brasil.
Fonte: http://www.verdadegospel.com/pr-silas-desmente-safadeza-da-forbes-sobre-sua-renda/?area=1

15 comentários:

PRA QUÊ? disse...

Faz 25 anos que não recebe salário? E como ele conseguiu o patrimônio que tem, mesmo não sendo o declarado da revista? Quantos livros esse homem vendeu pra fazer o patrimonio que tem, seja ele qual for? então ele tá ficando com o dinheiro da onde? Como pode? como?

Anônimo disse...

ELE SE DEFENDE E DIZ QUE NÃO GANHA SALARIO , MAS PAGA DE 4000 A 20000 MIL REAIS DE SALARIOS A SEUS PASTORES...TAI O LINK FOI ELE QUE DECLAROU. http://noticias.gospelprime.com.br/silas-malafaia-fala-sobre-formacao-e-salarios-de-pastores/

Alberto Couto Filho disse...

Amigão,

Paz

Sem dúvidas, o nobre pastor é extremamente ético, mas...
Sem dúvidas, o siri-na-lata é um tremendo charlatão.
Tens que ver a mansão dele aqui no Recreio dos Bandeirantes. A quem ele quer enganar mais, se já enganou ao próprio Deus, aliando-se a falsos profetas/mestres, ávidos por dinheiro e...POR DINHEIRO.
Só os da sua massa de manobra é que vão acreditar na historinha que ele contou, pois dão ouvidos às suas encenações, esquecendo o profetizado por Jeremias:
“Não deis ouvidos às palavras dos profetas que entre vós profetizam e vos enchem de vãs esperanças; falam as visões do seu coração, não o que vem da boca do Senhor”
Pelo menos ele anda dizendo algo que é verdade: A sua vida mudou depois que ele pôs em prática as vigarices do Murdock
Só Jesus!

Alberto

Deus ama você. disse...

Olá pastor Guedes,gostaria de fazer uma crítica construtiva ao senhor e também pedir a sua opinião.
Venho acompanhando a algum tempo o debate na 104.3 e percebo que um assunto está sendo muito citado e recitado várias vezes até como um mantra: os líderes que pedem muito dinheiro.

Devemos saber que cada um prestará contas a Deus. Acredito que não devemos desperdiçar tempo do rádio falando se a Igreja A ou B pede dízimos demais ou não, acredito que devemos pregar e debater a Palavra para que as ovelhas que escutam e são fiéis à programação saiam dela com esperança e alegria e não com minhocas na cabeça e com o desconfiômetro ligado.É muito desestimulador.

De tanto ouvir os questionamentos e os lamentos do pastor Jecer Goes resolvi não ouvir mais a rádio. É uma pena porque gostava muito, mas as histórias estão se repetindo todo dia.

Porque vcs não fazem um estudo sobre um livro da Palavra?
Desculpe a sinceridade, mas acho que está na hora de vcs repensarem o que estão falando na rádio.
Muito obrigada pela atenção, precisava dizer ao senhor isso.

A maldade não pode ser controlada pelo ser humano, mas pelo poder de Deus. A iniquidade vai é aumentar porque a Palavra diz isso. Então devemos plantar nos corações sementes de paz, alegria e esperança e não deixar as ovelhas amargas e inseguras.

Pastor Guedes disse...

Caro Deus Ama Você, a Paz!

Agradeço por sua visita e comentário.

Na realidade eu sou apenas um convidado do debate e só comento aquilo que me expõem como pauta do programa. As vezes também acho repetitivo, confesso. Porém, existe um árbitro no debate e nós, os convidados, acompanhamos o tema do dia. Sua crítica não deveria ser dirigida a mim, mas encaminhada à diretoria da rádio ou ao próprio Pastor Jecer.

Acato sua sugestão como boa e afirmo aqui os nossos mais sinceros laços fraternos.

Forte Abraço.
No Amor de Cristo.

Adalberto Junior disse...

Paz e Graça Pastor!
Me admira muito,O Pastor Silas,falar que não recebe salario,a pouco tempo atras,ele mesmo veio aqui no Ginasio Paulo Sarasate e chamou nosso Pastor Jecer de palhaço por dizer que não recebia salário,é muita hipocrisia do Silas,e como ele conseguiu a editora sem dinheiro,que Deus o abençoe pois ele vai precisar,pois é com Deus que ele vai prestar contas,nos não devemos jugar.

ADU disse...

"(...) e mais as ofertas voluntárias que recebo por palestras dadas,(...)

Desculpe mas, até onde eu entendo, oferta é algo voluntário, logo, não se estipula valore$ pra ela...
Experimentem convidá-lo para ir em um evento e veja alista de exigências e o valor da "oferta"... Ou seria cachê?!!!

ADU disse...

(...)"e mais as ofertas voluntárias que recebo por palestras dadas,"(...)
Até onde eu sei, oferta é voluntária e não deve ter valor estipulado... Quanto custa trazer um pastor desses na sua igreja??
Não falo só do Malafaia, mas tá cheio de Pop Star de púlpitos por aí...
O que o apóstolo Paulo diria heim?
Naquela época, Cícero, célebre orador e senador romano, dizia: “Uma oficina não tem nada que possa beneficiar um homem livre”. Por isso, para um homem livre como Paulo, não era fácil
conseguir um emprego. Em geral, as grandes oficinas empregavam só escravos por serem mais baratos. Quando um homem livre procurava trabalho em alguma oficina, ele
fazia algo que o humilhava. Foi o que aconteceu com Paulo. Ele escreve com certa ironia:
“Terá sido falta minha anunciar-vos gratuitamente o evangelho, humilhando-me a mim mesmo para vos exaltar?” (2Cor 11,7). Procurando emprego nestas condições, Paulo
assumia a condição de um escravo: “Mesmo sendo livre, fiz-me escravo de todos” (1Cor
9,19).

O que diria ele???

Deus ama você. disse...

Olá pastor Guedes, muito obrigada pela atenção e que Deus o abençoe!!!Obrigada por entender minha crítica construtiva!Vou seguir a sua orientação.

Anônimo disse...

Meu querido irmão Pr. Guedes, parabéns por abrir o espaço para o Pr. Silas. Tudo tem me irritado ultimamente, reteté, essas porcarias de musicas "gospida", a falta da cruz e do advento nas pregações... o que acontece no mundo não me abala tanto como o que acontece no nosso meio, porque sabemos quem é o príncipe deste mundo. Chegou a hora de orar e vigiar sem cessar. Saudades de você e sua esposa, um grande abraço meu amigo!!!
Alexandre Freitas Alves

Francisco Rafael disse...

Paz do Senhor, lendo alguns comentários aqui chego a conclusão que a muitos evangélicos brasileiro não sabe o que é apologia da fé da cristã, hoje fala contra ensinos errados e confrontar falsos pastores é segundo alguns está julgando, bem se fazer a defesa da fé cristã é julgar então homens como Ap Paulo e Ap Judas por exemplo eram julgadores, pois nas cartas deles está cheio de confronto a doutrina falsas de falsos lideres, a própria história da Igreja está cheia de homens que levantaram sua voz contra as heresias que tinham o objetivo de destruir os princípios da fé cristã, eles eram os apologistas da fé, e eu agradeço a Deus porque hoje Ele tem levantando homens que são verdadeiro apologistas.

Valmir Rocha disse...

Saúde a todos!
Sou novo frequentador do blog e parabenizo ao pr. Guedes pela iniciativa, pois carecemos muito de bons sites e boas leituras, já que, as porcarias se multiplicam de forma avassaladoras na internet.
Infelizmente o Silas se perdeu ante a teologia da prosperidade a qual ele batia frontalmente no fim da década de 90. Seu patrimônio pode ate ser legal, o que não nego, mas certamente é imoral. É uma pena, alguém com tanta influência de pessoas e de mídia, mas que prega um evangelho diferente do que Cristo e o Ap. Paulo anunciaram, que seja anátema... Pr. Valmir Rocha

Pastor Guedes disse...

Caro Valmir Rocha, a Paz do Senhor!

Agradeço por seguir meu blog e também por deixar seu honesto e importante comentário.

Agradeço também pelas palavras de carinho e incentivo.

Infelizmente o Pastor Silas se perdeu em questões fundamentais para a teologia cristã e agora tenta se justificar quanto à sua fortuna.

Entreguemo-lo nas mãos de Deus e oremos por sua vida.

Forte Abraço.
No Amor de Cristo!

Anônimo disse...

Caro Partor Guedes. Quanto à sua defesa ao Pr. Silas Malafaia, a verdade é que quando se trata de evangelicos de notoriedede, como neste caso, se deixa até os evangelicos escandalizados, imagine os incrédulos.Seria, pois, de bom alvitre que o Silas fizesse uma defesa mais efetiva e contundente, juntando no seu blog cópia das 3 últimas declarações do imposto de renda para comprovar com clarevidencia a origem da sua renda. Fica difícil acreditar que não haja nenhuma ilegalidade em razão dos pedidos de ofertas e doações que o mesmo faz em seu programa, influenciado pelo amigo Michel Budog, evidentemente, de valores estratosférios. Ademais, de ele vive reclamando dificuldades para pagar as despesas com programas e seminários ou congressos, como justificar tamanho patrimonio?
A mentira se desmente com documentação, certo?
abraços
w. Pontes

Jovino Neto disse...

Muito bem, a Revista Americana FORBES revelou que o patrimônio do Pr. Silas Malafaia da Igreja Assembléia de Deus Vitória em Cristo chega a R$300.000.000,00 (trezentos milhões de reais). Ele diz que é mentira e vai processar a Forbes. Se a FORBES mentiu, isto significa que o Pr.Silas poderá "engordar" o seu patrimônio ainda mais com uma indenização por danos morais. O Pr. Silas agora tem a obrigação de divulgar o resultado dessa ação judicial! Então, estamos aguardando...