terça-feira, 31 de julho de 2012

URGENTE: NOSSAS IGREJAS PRECISAM DE REFORMA HOJE



Como está difícil ser igreja nesses últimos dias! As igrejas antigas e conservadoras, salvas raras exceções, estão envolvidas em políticas sujas; as novas lideranças, por sua vez, são liberais e vivem descomprometidas com a sã doutrina e com o Reino de Deus. Os pregadores do passado, que antes tinham nome e eram instrumentos para trazerem um avivamento, estão caídos ou desfaleceram suas forças por causa do cansaço e velhice. Os pregadores do presente, longe do valor e da coragem de nossos pais, são presunçosos e arrogantes, vivendo como lobos devoradores, visando somente a gordura e a lã do rebanho. Estes, antes mesmo de terem uma experiência marcante e salvífica com Deus têm a visão do lucro, com ganhos exorbitantes em nome de teologias erradas, como da falsa teologia da prosperidade, por exemplo. Não se fazem mais pregadores como antigamente, não se fala mais na Cruz de Cristo e nem na "loucura" de sua mensagem .

Sou pentecostal e vejo com tristeza igrejas morrendo por não defenderem uma doutrina pentecostal genuína, legítima, bíblica, clara e nem pregarem a grandeza da realidade espiritual chamada Batismo com o Espírito Santo. Não se fazem mais seminários sobre os dons espirituais. Lamentável, mas parece que os eclesiólogos que desdenham do pentecostalismo estão certos. Eles apostam em um mundo sem pentecostalismo e já escrevem acerca de como será o mundo sem o movimento pentecostal.

E nós, o que estamos fazendo para mudar? Investimos em festas, em cds para serem vendidos, em livros para arrecadarmos dinheiro, em camisetas, shows com cantores gospels, pregadores renomados - que levam gordas ofertas - e abusamos de slogans puramente materialistas e seculares para despertar sorrateiramente "o poder da fé" - ou seria poder da mente? -  e o potencial humano que existe dentro de cada um.

Sou de um tempo em que quando nos reuníamos para realizar uma cruzada, discutíamos o alcance das almas. Nossas metas eram vidas e quantas mais almas salvas melhor. Contudo, já ouvi em uma reunião de líderes de jovens acerca de quanto poderiam arrecadar alugando barracas para os novos "vendilhões do templo". Temos líderes gananciosos, carismáticos como os comediantes aqui do Ceará, mas de fazerem inveja a Al Caponne, quanto à volúpia por domínio de poder: lobos vorazes que enganam o povo de Deus.

O Espírito Santo está sendo convidado a se retirar de nossas igrejas e aos poucos estamos aprendendo a realizar cultos sem sua "intromissão". Para quê inspiração se o povo quer ouvir sobre prosperidade? Cá pra nós, para pregar esse tipo de mensagem, sobre prosperidade, não precisa de graça de Deus: é só decorar uma meia-dúzia de versículos de textos sugestivos, mexer com o sensacional, o emocional do povo e dizer que Deus vai abrir uma porta e mudar sua vida.

Urge a necessidade de uma mudança que nasça no meio do povo, nas igrejas, que seja nos blogs, no twitter ou na liberdade que se verifica nas mídias, onde crentes, outrora sem voz nas igrejas, sejam ouvidos agora; mudança que passe pela membresia e atinja as lideranças insanas por dinheiro e poder e que chegue ao povo para uma renovação eclesiológica-litúrgica-administrativa; mudanças nas mensagens, que precisam parar de falar em cifras e falar na Cruz, deixar de lado o sensacionalismo e mostrar o poder real da Palavra de convencer  e salvar vidas. Os mensageiros da prosperidade estão condenados ao fracasso como pregadores porque as mensagens deles estão dissociadas da Cruz de Cristo. São lobos devoradores, vorazes, famintos, desavergonhados. Todos os dias os verdadeiros homens de Deus, ainda que simples e poucos, desmascaram os larápios da fé. Ainda assim os mercadores da fé pregam cotidianamente suas mentiras como se fossem verdades, tendo as mentes cauterizadas, enganando e sendo enganados. Eles terão suas recompensas.

Creio que uma mudança está a caminho e como já aconteceu muitas vezes na história da igreja, um novo movimento de moralidade está para eclodir.

Maranata. Ora Vem Senhor Jesus!
Deus abençoe a todos.

sexta-feira, 13 de julho de 2012

VINTE VERSÍCULOS QUE PROVAM QUE A TEOLOGIA DA PROSPERIDADE ESTÁ CERTA


Por André Sanchez
Todos sabem que existem vários versículos que provam veementemente que a teologia da prosperidade está correta. Fiz uma pequena coletânea entre os milhares versos que existem e trouxe a vocês os 20 mais importantes.
20 versículos que provam que a teologia da prosperidade está certa
1- “Deus quer te abençoar, mas se você não ofertar, Ele não terá poder de fazer isso por você” (II Heresias 3. 16)
2 – “Você pode desonrar seu pai e sua mãe e até deixá-los passar necessidades, mas nunca seu apóstolo” (I Apostolicensses 1.1)
3 – “A oferta é a alavanca que move a mão de Deus a seu favor” (1 Cretinices 4. 3)
4 – “A fé sem ofertas é morta” ( 1 Dólar 1. 8)
5 – “E Jesus entrou em Jerusalém montando seu jumentinho de dez mil talentos” (Juao 15. 23)
6 – “Disse o apóstolo, cheio do espírito, a todos que o ouviam: Minha conta corrente é 1.000/07” (II Conta Corrente 1. 71)
7 – “Assim que a oferta entrar na conta corrente deus dirá ao anjo Money: Destranque as janelas do céu e prenda o devorador na casinha” ( II Malaquias 3.15)
8 – “É com a semente que sai da sua carteira que a obra de deus é realizada na terra” ( I Heresias 2. 8)
9 – “Participe das campanhas de vitória financeira e Deus tirará dos ricos e dará a você” (1 Robin Hood 2. 3)
10 – “E alguns paulistanos foram mais nobres que os de Boraceia, pois semearam nesse ministério em dólar.” ( 1 Tio Patinhas 1. 7)
11 – “deus quer te dar a melhor roupa, o melhor carro, a melhor casa… só não te deu ainda porque você não tem determinado isso a ele com fé” (Absurdicensses 1. 25)
12 – “Assim ordenou também o senhor que os que pregam o evangelho que fiquem ricos com o evangelho” ( I Falácia 1. 1)
13 – “Primiciar é mover a mão de Deus a seu favor e a favor dos donos da igreja” ( I Primicias 1. 1)
14 -“Confia no senhor, dê sua oferta, faça sacrifícios financeiros e os seus desígnios serão estabelecidos” (Absurdicensses 8. 32)
15 – “E Gesuis encontrou no templo os que vendiam bois, ovelhas e pombas e também os cambistas assentados; parabenizou-os pelas boas vendas que faziam, porém, expulsou os que ali oravam e quebrantavam seus corações, mas não ofertavam e nem compravam nada, bem como todo pobre que ali estava, e disse-lhes: A casa me meu pai é casa de negócio e não um covil de doentes e pobres!” (Indireticensses 2. 8)
16 – “É mais fácil passar um camelo pelo buraco de uma agulha do que entrar alguém que não oferta, que não primicia, que não faz sacrifícios financeiros, nas igrejas da teologia da prosperidade” ( Sofismas 3. 12)
17 – “Porque o amor do dinheiro é a raiz de todas as bênçãos” ( 1 Mamon 1. 1)
18 – “Sacrifícios agradáveis a deus são os dízimos e as ofertas; coração que determina e exige, não os desprezarás, ó deus” (Salmos de Mamon 119. 3)
19 – “O maior mandamento é: Amarás a Mamon, teu deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento. O segundo, semelhante a este, é: Honre e oferte aos seus líderes como a ti mesmo” ( 2 Leis de Mamon 2. 15)
20 – “Pelas suas ofertas o conhecereis. Pode, acaso, de um coração cheio de fé e do espírito, sair uma oferta pequena? (Apolion 15. 12)
E agora, sob o ponto de vista desses versículos, concorda que a teologia da prosperidade está certa?
Fonte: http://www.esbocandoideias.com/2012/07/20-versiculos-que-provam-que-a-teologia-da-prosperidade-esta-certa.html#ixzz20WKwjE5R 

segunda-feira, 9 de julho de 2012

TEOLOGIA DA PROSPERIDADE, A SEMENTE DO MAL


Certa vez, no meio da multidão, Jesus propôs ao povo uma parábola, como era seu costume. Ele começou sua parábola assim: o reino é como um agricultor, que planta uma semente de boa qualidade no campo. Porém, quando aqueles que deveriam guardar o campo não o fazem, o inimigo vem e joga sua semente do mal, fugindo logo em seguida. Quando a plantação começa a dar frutos e a crescer, o fruto do mal, conhecido também por joio, aparece. Os empregados do fazendeiro perguntaram como aquilo aconteceu. Ele lhes disse que certamente o inimigo produziu uma coisa daquelas. “Podemos arrancar, patrão?”, perguntaram os empregados. O fazendeiro negou, afirmando que poderia acontecer algum acidente, podendo ser arrancado também o bom fruto junto com o ruim. Mas ele lhes assegurou que isso não seria assim para sempre, pois no momento certo, ou seja, no tempo da colheita, ele daria ordem aos seus empregados para que arrancassem o fruto da semente do mal e o jogassem no fogo.
Posteriormente, sem entender nada, os discípulos de Jesus lhe perguntaram o sentido daquela parábola. Pacientemente, ele lhes disse o seguinte:
A parábola é simples. Quem joga a boa semente sou eu, que a espalho pelo mundo afora a fim de abençoar as pessoas e proclamar que o meu reino está chegando. A semente de boa qualidade representa vocês, filhos amados do reino. É a semente que morre para si mesma, que faz gerar vida e que é frutífera para abençoar vidas e alegrar o coração do Pai. O campo é o mundo, que deve urgentemente conhecer a mim, para que tenha vida, e a tenha em abundância. Já a semente do mal, ou o joio, representa os filhos do Diabo. São aqueles insubmissos, rebeldes, cheios de si, de arrogância, de presunção e de engano. São aqueles que exigem seus direitos, que só se hospedam em hotéis cinco estrelas, que importam impostores tão filhos do Diabo e fraudulentos como eles, a fim de explorar a credulidade alheia (como se a minha bênção estivesse condicionada a valores financeiros, usando mídia e outros meios para fins escusos). Aquele que jogou a semente do mal é o pai legítimo de seus frutos. O Diabo, inimigo de tudo aquilo que lembre o reino ou que o evoque, é o adversário, o divisor, o inimigo, aquele que planta confusão e dúvida no coração do homem e insufla para que sua velha natureza volte à vida, transformando a carnalidade em simulacro de autoridade espiritual. A colheita será o tempo de ajuste de contas, quando eu voltar em majestade e glória. Os empregados são os anjos, aqueles que separarão os bons frutos dos frutos da semente do mal. Eu darei ordem a eles para que joguem os filhos da semente do mal no lago de fogo, junto com seus ternos Armani, suas gravatas Hermes, seus jatinhos executivos, suas mansões, seu dinheiro, seu poder, seus mega-empreendimentos e sua empáfia. Ali serão atormentados eternamente. Porém vocês, meus filhos, frutos benditos de meu Pai, resplandecerão como o sol no reino de nosso Pai. Quem tem ouvidos, ouça.
Fonte: A Pedra e SolomonRodrigo de Lima Ferreira

segunda-feira, 2 de julho de 2012

HOMOSSEXUAIS FILIAM-SE A PARTIDOS E ESSA DEVE SER A ELEIÇÃO "MAIS GAY" DO BRASIL. E A IGREJA ONDE FICA?


Enquanto demonizamos as eleições e achamos que política é coisa do diabo, os homossexuais estão se articulando para um dia serem, politicamente, maioria, terem representatividade e defenderem seus direitos.  

Partidos buscam militantes e eleição deverá ser a 'mais gay'
Previsão é de 150 candidatos no Brasil, 34% a mais do que em 2008. Foto: Beto Oliveira/Ag. Câmara/AgNews// Divulgação

Previsão é de 150 candidatos no Brasil, 34% a mais do que em 2008
Foto: Beto Oliveira/Ag. Câmara/AgNews// Divulgação
Cerca de 150 homossexuais assumidos devem disputar as eleições em 2012, sendo 149 candidatos a vereador e apenas um candidato a prefeito. Considerando o tamanho  do Brasil, o número não impressiona tanto, mas segundo a Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT), se todos os interessados tiverem suas candidaturas aceitas pela Justiça Eleitoral, essa pode ser a disputa mais "colorida" da história, com o maior número de candidatos gays já registrados.
De acordo com dados da associação, caso os números se confirmem, o crescimento em relação à eleição municipal passada será de pelo menos 34% - em 2008, 112 candidatos gays disputaram um cargo público nas urnas. Entretanto, a expectativa é de que o total de candidaturas seja ainda maior, já que muitos dos postulantes podem não ter comunicado a intenção de se candidatar.
"É um sinal de que a sociedade está mudando, está aceitando mais a diversidade. As pessoas estão se assumindo mais, as novelas estão nos retratando mais, temos mais representantes (no Legislativo), então é natural que haja esse crescimento, que vemos com bons olhos", avalia Toni Reis, presidente da ABGLT. De acordo com Toni, na eleição de 2008, foram eleitos oito vereadores homossexuais, mas o Brasil ainda não elegeu seu primeiro prefeito gay.
Oficialmente, é difícil mensurar o tamanho dessa representação, já que a Justiça Eleitoral não questiona, ao registrar uma candidatura, qual a orientação sexual da pessoa - nem há previsão para que isso seja feito. Porém, além do "boom" de candidaturas "saídas do armário", militantes apontam um outro motivo para também atrair esse crescimento: o poder de puxar votos entre eleitores da comunidade LGBT.
Foi o que aconteceu com a dançarina Léo Kret do Brasil (PR), 28 anos, a primeira transexual a ser eleita para a Câmara de Vereadores de Salvador (BA). Ela ganhou fama ao finalizar sua inserção no horário eleitoral na TV com um sonoro gritinho "aaai!". Embora admita ter sido convidada pelo partido a se candidatar por ser "puxadora de votos", ela afirma ter conseguido mudar a opinião daqueles que a escolheram como forma de "protesto".
"Eu não sabia que o PR era um partido conservador quando me candidatei, até porque eles sempre foram muito abertos. (...) Os partidos conservadores querem mesmo os campões de votos, eles querem candidatos polêmicos, porque isso atrai os eleitores. Mas quando fui eleita, vi o desafio que tinha e fui estudar, mostrei que não estava de brincadeira, e nunca interferiram no meu trabalho", disse. "Hoje tenho orgulho de dizer que muita gente que dizia ter votado em mim por protesto (em 2008), hoje fala que vai votar de novo porque viu que eu trabalho", completou a vereadora, cuja principal bandeira política é a luta contra a homofobia, apesar de o seu partido ser contra a aprovação, no Congresso Federal, de uma lei nacional que criminaliza o preconceito e a violência contra homossexuais.
Conservadores X Liberais

Aos 26 anos, o professor de história Renan Palmeira (PSOL) é, até agora, o único homossexual assumido no Brasil a se candidatar a prefeito, em João Pessoa, capital da Paraíba. Militante político desde os 15 anos, essa será sua primeira disputa eleitoral que, segundo ele, tem um propósito principal: esquentar o debate sobre a igualdade de direitos em uma das cidades mais homofóbicas do país, na avaliação de militantes.
"Tenho clareza de que é uma candidatura para demarcar espaço, para fazer um debate na sociedade. Mas nós sabemos que, por mais simpatia que a nossa candidatura pode vir a ter, nosso Estado é dominado por oligarquias na política e essa será uma disputa muito desleal", avalia o socialista, que diz já ter sido alvo de piada inclusive entre veículos de comunicação regionais.
Segundo o levantamento da ABGLT, para o Legislativo, há candidatos homossexuais assumidos filiados a pelo menos 20 partidos, entre conservadores e liberais (que ainda atraem mais interessados). Para o deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ), porém, os candidatos que carregam a bandeira LGBT devem verificar se as legendas escolhidas por eles estão de acordo com aquilo que defendem, e chama de "oportunismo" o convite feito por partidos conservadores aos gays.
"Oportunismo, pura e simplesmente. (Os partidos conservadores) tentam aumentar seus quocientes à custa de candidatos que, por inocência, não perceberam que seus pleitos não são acolhidos por seus partidos. Não haverá espaço para eles", disse o deputado, categórico.
Apesar da polêmica, o presidente da ABGLT é contra a partidarização da discussão e vê com bons olhos a filiação de candidatos gays em partidos conservadores.
"Não podemos partidarizar a discussão, porque nossa comunidade é muito plural. Acho positivo que hajam candidatos LGBT em todos os partidos. Onde houver espaço para ser ocupado, esperamos que a pessoa vá lá e use isso para transformar o partido", opina Toni.
De olho nas eleições, a associação lançou uma cartilha com algumas das reivindicações que espera ver nos discursos e propostas dos candidatos LGBT, e a campanha "Voto contra a Homofobia, Defendo a Cidadania". As informações para os candidatos - gays e aliados - estarão disponíveis ao longo do período eleitoral na página da associação.