quarta-feira, 3 de outubro de 2012

PASTOR SILAS MALAFAIA E AS INCOERÊNCIAS NA POLÍTICA


Pr. SILAS MALAFAIA
Recebi o texto abaixo por e-mail, confirmei sua autenticidade e publico aqui em meu singelo blog, justamente por concordar com o seu conteúdo. Reitero que o artigo não tem a ver com preferência politica, afinal  em uma das duas cidades citadas, também penso como o Pr. Silas Malafaia, no entanto a proposta do texto nos leva para uma reflexão sôbre COERÊNCIA. Precisamos tomar cuidado para não cairmos em contradição.

Silas Malafaia, Haddad e Paes: 442 km de distância e a adaptação de princípios

Texto de Verônica Garcia

Eu não sei o que é mais fácil de se ver nos últimos dias: vaca tossir ou Silas Malafaia ser incoerente em seus discursos. É impressionante! Nunca, na minha vida, eu pensei que princípios tivessem adaptabilidade dependendo da localização geográfica.

Falo isso porque o Silas Mafalaia tem agido desta forma. 442 km de distância entre as cidades do Rio e de São Paulo são necessários para que ele possa adequar seus posicionamentos e opiniões.

Vamos aos fatos.

Ponto 1: Silas gravou um vídeo declarando sua mudança de opinião em relação ao apoio a Russomano por ele estar ligado à Igreja Universal.

Ponto 2: Daí diz que vai apoiar Serra para que Fernando Haddad não chegue ao segundo turno das eleições municipais da cidade de São Paulo. E veementemente apregoa: ‘Vote em Serra. Vote 45’.

Ponto 3: E esclarece mais ainda seu apoio a Serra, pois diz que, como evangélicos, não podemos apoiar Fernando Haddad, elaborador do Kit Gay.

Meu cérebro de cidadã cristã que pensa – porque nem todos pensam - deu um nó agora. Ele diz que vota por princípios, mas só diz. Porque, na prática, não é isso que se vê. Ou então, estou sendo injusta demais com o Silas. De repente, os tais princípios dele sejam princípios delimitados geograficamente e só tenham validade em São Paulo, e não no Rio (quando lhe é interessante). Porque, caso valessem na cidade do Rio também, com certeza ele não apoiaria Eduardo Paes, que abertamente assume seu compromisso com a agenda gay, até investindo dinheiro público em paradas gays.

Abrindo um parênteses... Veja bem: estou tratando da incoerência do discurso, e não da ‘causa gay’ em si. Pois concordo que todo e qualquer cidadão mereça respeito e igualdade de direitos. (Embora eu considere que o movimento gay esteja lutando por favoritismo e não por igualdade. Mas isso é outra história.) Fecha parênteses!

Agora explica, Silas?! Quer uma sugestão? Já que você gosta de gravar vídeos para apresentar suas opiniões ao povo, então grava um vídeo explicando essa contradição, sabe por quê? Porque existe uma parcela de evangélicos que deseja entender sua postura ‘partidária’ nas eleições.

Não apoia Haddad em SP por causa do Kit Gay, mas apoia Paes no Rio. Vai entender, né?!

Isso é um atentado à inteligência, ao raciocínio e à consciência do eleitor! Em pensar que os telespectadores dos programas do Silas Malafaia tomam como verdade tudo o que ele proclama. Em pensar que milhares de brasileiros seguem as “instruções eleitorais” dele. Em pensar que Silas Malafaia, tão conhecido por suas “posições homofóbicas”, um dia já chegou a dizer que o Supremo Tribunal Federal "rasgou" a Constituição ao reconhecer a união estável de casais homossexuais.

Que mundo é esse, né?! Como 442 km de distância são necessários para que princípios sejam adaptados a interesses escusos!
Eita, Brasil!

Verônica Garcia.
Recebido por e-mail

Segue, abaixo, o vídeo em que Silas declara apoio a Serra.




Fonte: http://pointrhema.blogspot.com.br/2012/10/pr-silas-malafaia-coerencia.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed:+blogspot/eeSwO+(POINT+RHEMA)

3 comentários:

Ânimo, tudo dará certo... disse...

A bagunça é geral!Pastores e irmãs de oração se candidatando a cargos políticos para fazerem parte da corrupção. Imagina só se Jesus deixasse o seu ministério para concorrer ao governo da sua cidade? Seria um caos!
E tem outra...só porque o pastor A ou B apoia fulaninho não quer dizer que eu venha fazer o mesmo, isto porque a escolha do candidato é livre! A escolha parte da decisão pessoal de cada um e não é algo imposto por ninguém, nem pelo líder espiritual. O líder espiritual que cuide das coisas espirituais.

Alberto Couto Filho disse...

Amigão,
Paz

Precisas ver e calcular o quanto o Silas tá gastando por aqui para eleger o tal de Isquierdo - e tome faixas, carreatas, jingles...
Quem tá patrocinando tudo isto?
Ele com o seu dinheiro?
A igreja com o dinheiro dos fiéis?
Quem?
E o que nós temos com isso, né?
Sabe amigão, às vezes penso que o melhor seria gelarmos esse rufião da prosperidade, na blogosfera, nada divulgando sobre as suas crises psicoemocionais.
A mídia que o projetaria seria apenas aquela em que milita a sua massa de manobra.
Nós blogueiros não estaríamos colaborando para que ele prosseguisse como midiático?
Vamos pensar nisto?
Já estou "cheio" das suas truanices. E você?
Alberto


Anônimo disse...

Na minha opinião, lideres envangelicos não devem se envolver com esta politica suja!!! Deus não se agrada disso!!