segunda-feira, 9 de julho de 2012

TEOLOGIA DA PROSPERIDADE, A SEMENTE DO MAL


Certa vez, no meio da multidão, Jesus propôs ao povo uma parábola, como era seu costume. Ele começou sua parábola assim: o reino é como um agricultor, que planta uma semente de boa qualidade no campo. Porém, quando aqueles que deveriam guardar o campo não o fazem, o inimigo vem e joga sua semente do mal, fugindo logo em seguida. Quando a plantação começa a dar frutos e a crescer, o fruto do mal, conhecido também por joio, aparece. Os empregados do fazendeiro perguntaram como aquilo aconteceu. Ele lhes disse que certamente o inimigo produziu uma coisa daquelas. “Podemos arrancar, patrão?”, perguntaram os empregados. O fazendeiro negou, afirmando que poderia acontecer algum acidente, podendo ser arrancado também o bom fruto junto com o ruim. Mas ele lhes assegurou que isso não seria assim para sempre, pois no momento certo, ou seja, no tempo da colheita, ele daria ordem aos seus empregados para que arrancassem o fruto da semente do mal e o jogassem no fogo.
Posteriormente, sem entender nada, os discípulos de Jesus lhe perguntaram o sentido daquela parábola. Pacientemente, ele lhes disse o seguinte:
A parábola é simples. Quem joga a boa semente sou eu, que a espalho pelo mundo afora a fim de abençoar as pessoas e proclamar que o meu reino está chegando. A semente de boa qualidade representa vocês, filhos amados do reino. É a semente que morre para si mesma, que faz gerar vida e que é frutífera para abençoar vidas e alegrar o coração do Pai. O campo é o mundo, que deve urgentemente conhecer a mim, para que tenha vida, e a tenha em abundância. Já a semente do mal, ou o joio, representa os filhos do Diabo. São aqueles insubmissos, rebeldes, cheios de si, de arrogância, de presunção e de engano. São aqueles que exigem seus direitos, que só se hospedam em hotéis cinco estrelas, que importam impostores tão filhos do Diabo e fraudulentos como eles, a fim de explorar a credulidade alheia (como se a minha bênção estivesse condicionada a valores financeiros, usando mídia e outros meios para fins escusos). Aquele que jogou a semente do mal é o pai legítimo de seus frutos. O Diabo, inimigo de tudo aquilo que lembre o reino ou que o evoque, é o adversário, o divisor, o inimigo, aquele que planta confusão e dúvida no coração do homem e insufla para que sua velha natureza volte à vida, transformando a carnalidade em simulacro de autoridade espiritual. A colheita será o tempo de ajuste de contas, quando eu voltar em majestade e glória. Os empregados são os anjos, aqueles que separarão os bons frutos dos frutos da semente do mal. Eu darei ordem a eles para que joguem os filhos da semente do mal no lago de fogo, junto com seus ternos Armani, suas gravatas Hermes, seus jatinhos executivos, suas mansões, seu dinheiro, seu poder, seus mega-empreendimentos e sua empáfia. Ali serão atormentados eternamente. Porém vocês, meus filhos, frutos benditos de meu Pai, resplandecerão como o sol no reino de nosso Pai. Quem tem ouvidos, ouça.
Fonte: A Pedra e SolomonRodrigo de Lima Ferreira

7 comentários:

Thiago Boudny disse...

A paz do Senhor pastor Guedes!
Lamento pelas mentes pequenas que pensam que prosperidade gira em torno do "ter material", esquecem que o Reino de Deus não é comida nem bebida, porém paz e alegria no Espírito Santo. Estes que abraçaram a falsa prosperidade e semeiam esta semente do mal, procuram de todas as formas arrebatarem as multidões com suas mensagens triunfalistas e hinos de auto-ajuda.
Lembrei-me até de um trecho de um hino, vou cantar um pouco: " agora é só vitória, agora é só vitória!"(risos). Quem dera fosse só vitória. Infelizmente como estudamos na lição do trimestre passado, muitos estão desconstruindo-se como Reino de Deus e construindo-se como impérios.
Que não sejamos como o rico insensato, mas como um bom servo que ajunta tesouros no céu, além do mais, já temos o tesouro de Deus em nós pela sua palavra 1Co cap.1; Paulo ainda asseverou que os tesouros de Deus estão depositados em vasos de barro para que a excelência do poder seja de Deus e não de nós.
Por isso temos a verdadeira prosperidade, porque Cristo é nossa suficiência.
Que Deus continue te abençoando pastor Guedes, e nos livrando da semente do mal. Forte abraço!

Pastor Guedes disse...

Prezado Thiago,

Agradeço por sua visita e pelo comentário.

Agora é só vitória? Estou lembrando de uma igreja chamada Assembleia de Deus da Vitória rsrsrs

O texto encaixa bem a questão do sono dos trabalhadores (nós?) e da intenção sutil do inimigo, não acha? Agora não dá para arrancar porque o que eles pregam parecem muito com o Evangelho. A diferença é que não produz trigo (crente bom).

Abraço.

Rita disse...

__Boa noite____________♥ Que seus sonhos
_____________♥♥ Tenham o
____________♥♥♥♥ Brilho das
___________♥♥♥♥♥♥ Estrelas,
__________♥♥♥♥♥♥♥♥ para que tudo
________♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥ seja sempre bonito pra vc
Com esse belo post, muito bom gostei
Abraços
Rita!!!!

Pastor Guedes disse...

Prezada Rita,

A Paz!

Agradeço por sua visita simpática e comentário.

Deus lhe abençoe.

Na Paz do Senhor!

Cantor Jorge Lima disse...

Graça e Paz Pastor Guedes,meu nome é Jorge Lima e aprecio muito a maneira que o senhor vem propagando o evangélio no nosso Brasil e o no mundo,que Deus possa te honrar imensamente.Sem dúvida acredito que esta teoria da vitória é coisa do inimigo,e que pena que muitos evangélicos estejam seguindo este mau,devemos sim acreditar que a ceifa está próxima e o joio e o trigo com certeza serão separados e o joio lançado no fogo.Queridos leitores e irmãos,naquele instante em que Jesus Cristo foi crucificado na Cruz por amor a todos nós ele derrotou o inimigo e nos deu a vitória de uma vida sem pecados,mais nos é que estamos caindo em desespero e angústia e buscando por Vitórias e vitórias,mais que vitórias são estas queridos irmãos,é só pela graça e pela fé que o Senhor nos alcança e não por vitórias fúteis e sem nexo.

Pastor Guedes disse...

Prezado Jorge Lima,

A Paz!

Agradeço pela visita e comentário.

Sem dúvida a teologia da prosperidade como se apresenta é um erro.

Deus lhe abençoe Amado.
No Amor de Cristo.

julio cesar disse...

fazer a vontade de Deus(1 jo 2:17)esperar em Deus(sl 27:14)agradecer à deus pelas provas(tg 1:2,12)e a vontade de Deus será feita na vida do crente(is 55:11)no tempo de Deus(ec 3:1)ler a biblia(jo 5:39)pedir sabedoria à Deus(tg 1:5)isso é o que Deus quer do crente,faça a vontade de Deus,espere em Deus e agradeça à deus pelas provas,obedeça à Deus,espere em Deus e agradeça à Deus pelas provas,pratique a biblia,peça sabedoria à Deus,leia a biblia,se humilhe diante de Deus,evangelize,adore somente à Deus,se afaste do mal e do pecado,ame à Deus e ao próximo,perdoe,não se meta na vida de nimguém,não fale palavrão,e a vontade de Deus será feita na sua vida no tempo de Deus,dizime,tire do seu coração a ansiedade e a preocupação,os amdos irmãos devem estar se perguntando porque eu estou falando isso?muito simples era isso,que deveria estar sendo vivido e pregado dentro das nossas igrejas,mas as nossas igrejas principalmente as pentecostais só querem saber de pregar bençãos e prosperidade,devemos viver e pregar a santidade,é um perigo os cristãos estarem pregando esta doutrina pois um dia Deus vai tomarprovidências com esses hereges que vivem pregando bençãos e prosperidade e ai de quem estiver neste meio,irmãos o evangelho que jesus pregava nos fala que o crente passa por lutas e provações(jo 16:33)o proprio jesus nos manda buscar o reino de Deus em primeiro lugar(mt 6:33)ou seja em primeiro lugar vem a obediência,muitos hinos e musicas gospel só falam sobre benção,muitas pregações só falam sobre benção,onde está o evangelho que muda o homem?