sábado, 29 de janeiro de 2011

ENTREVISTA CONCEDIDA AO MENSAGEM EFICAZ. TEMA: ATOS DOS APÓSTOLOS (1o. TRIMESTRE DA EBD).

Prezados leitores, gostaria de apresentar a entrevista que concedi ao PROGRAMA MENSAGEM EFICAZ, da Igreja Assembleia de Deus da Lapa, Ministério do Belém, São Paulo. O programa tem a apresentação do Pr. Renan Veiga e dos amados Presbítero José Antonio e Diácono Célio Zupelo. O assunto é ATOS DOS APÓSTOLOS - TEMA DO PRIMEIRO TRIMESTRE DA EBD DE 2011. 

PARA OUVIR MELHOR, DÊ UMA PAUSA NA RÁDIO DO BLOG

Atos dos Apóstolos - Tema do 1º Trimestre EBD 2011 from Mensagem Eficaz on Vimeo.

Também pode ser acompanhada no site da igreja, cujo endereço é:  http://www.adlapa.com/mensagemeficaz.asp?ID=19237509 onde poderão assistir mensagens e entrevistas com o Pastor José Prado Veiga (Setor da Lapa), Missionário José Satiro (Colômbia) e outros expoentes de nossa igreja.

Maranata. Ora Vem Senhor Jesus!
Deus abençoe a todos.

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

A UNIÃO DO POVO DE DEUS

Oh! Quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união. É como o óleo precioso sobre a cabeça, que desce sobre a barba, a barba de Arão, e que desce à orla das suas vestes. Como o orvalho de Hermom, que desce sobre os montes de Sião, porque ali o SENHOR ordena a bênção e a vida para sempre (Salmo 133).

Introdução: O Salmo 133 faz parte dos salmos dos peregrinos ou dos salmos de romagem, também conhecidos como Cânticos dos Degraus. Os salmos que se enquadram nesse grupo vão do número 120 até o salmo de número 134. Aprendemos com os peregrinos, entre outras coisas, que o culto não começa no templo. De igual modo o culto cristão não começa dentro das quatro paredes. Para alguns o culto começa quando os hinos congregacionais são entoados pela Igreja, para outros quando toca o seu instrumento ou quando o pregador começa a explanar a Palavra de Deus, mas o verdadeiro culto tem sua origem no nosso coração quando nos predispomos a irmos à casa de Deus. O anelo do coração de Deus é expresso pelo salmista no salmo 133, e este anelo é a doce e boa comunhão entre os irmãos, não importando raça, origem ou classe social. A Bíblia nos diz que somos todos um na pessoa de Cristo.

O salmista compara a união dos irmãos a três coisas:

I - Oferta Agradável - No livro de Levíticos temos uma série de tipos de ofertas que podiam ser oferecidas ao Senhor (Lv. 1-7). Uma delas era a oferta de Manjares. Na oferta de Manjares era possível se ofertar grãos na espiga ou farinha (massa) e isso mostra dois tipos de crente, o crente que sempre se considera individualmente, que é arrogante, presunçoso e orgulhoso. Este tipo de crente é comparado ao grão, uma vez que preserva suas características naturais, mas é necessário que o grão seja moído para que haja farinha e seja deitado à farinha o óleo para que se possa fazer o bolo. Em Gl 3.28 a Bíblia nos diz: “Dessarte, não pode haver judeu nem grego; nem escravo nem liberto; nem homem nem mulher; porque todos vós sois um em Cristo Jesus”, é necessário que deixemos as diferenças e, moídos, formemos uma só massa, para que o Espírito nos una com o óleo precioso e nos transforme em oferta agradável e de cheiro suave! (Rm 12,1,2).

II - Óleo Precioso (Unção) - O Salmista também compara a comunhão e a união dos irmãos como o óleo precioso que desce sobre a barba de Arão. Arão foi confirmado pelo Senhor como sacerdote do povo, quando Deus fez a vara florescer e dar frutos. Em Nm 17, a Bíblia nos conta como a vara de Arão floresceu e deu frutos. A vara que floresceu é um tipo de Jesus Cristo, que viveu, morreu, mas ressuscitou ao terceiro dia! Buda, Confúcio e todos os demais líderes de outras religiões morreram, mas somente Jesus ressuscitou, está vivo e exaltado à destra de Deus. Somente Ele floresceu e deu frutos! Deus deu ordem a Moisés para que se fizesse um óleo para que ungisse a todos os sacerdotes. Este óleo era tão precioso que ninguém podia fabricá-lo para o seu uso pessoal ou comercializá-lo. Não podia ser banalizado, pois, era símbolo da unção do Espírito Santo em nossas vidas. A Bíblia fala que o óleo era derramado sobre a cabeça de Arão e descia por todo o corpo até às orlas dos vestidos, ou seja, isso nos remete a Cristo que é a cabeça da Igreja. A unção foi abundante (Jo. 3.34). Deus ungiu a Jesus com seu Santo Espírito e por conseqüência também fomos ungidos! (Is.61.1; Lc.4.18;At.10.38 e Is.9.6).

III - O Orvalho do Hermom - O Monte Hermom é o monte mais alto da Palestina, com cerca de 2.800m acima do nível do mar. Também Jesus recebeu um nome que está acima de todos os nomes (Fp. 2.9). No topo do monte há sempre uma coroa de neve que alimenta as nascentes do Rio Jordão e Ap.1.14 diz que Jesus glorificado tem sua cabeça e cabelos brancos como a neve. No verão, que vai de Abril a Outubro, o vento norte sopra (Ct. 4.16; Ez.37.9; Jo.20.22 e At.2.1,2) sobre o monte fazendo cair o orvalho sobre os montes de Sião, regando toda aquela região e trazendo renovo diário de vida. “Ali o Senhor ordena a bênção e a vida para sempre”. Assim é a união dos irmãos!

Conclusão: A união do povo de Deus é comparada a uma oferta agradável de cheiro suave. Que cheiro tem a sua oferta? (Jo. 12.3). O óleo precioso é um tipo da unção do Espírito que veio sobre Jesus, a Cabeça, e o transbordar sobre o seu corpo, a Igreja (Is.9.6). Somente Ele tem a tríplice unção: Profeta, Rei e Sacerdote e a deu à Igreja. O orvalho de Hermom fala de renovo, reverdecimento, restauração, doação de vida e ordenação de bênçãos. Se sua vida está seca, o orvalho do Senhor vai reverdecê-la e trazer bênçãos dos céus!

Maranata. Ora Vem Senhor Jesus!
Deus abençoe a todos.

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

A CIDADE DE DEUS E A CIDADE DOS HOMENS


Texto: Jo. 14.1-3  
Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar. E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também.

Introdução: A expressão "casa de meu Pai" é interpretada erroneamente pela maioria dos estudantes da Bíblia. Os espíritas julgam tratar-se do Universo dividido em três níveis de mundo, as Testemunhas de Jeová pensam tratar-se da Terra e os Judeus em termos do Templo (Jo.2 e Mt.21). Mesmo nos arraiais do Cristianismo há entendimento falho, alguns vêem uma menção a habitação de Cristo no crente (Jo.14.23), e outros, o Corpo místico de Cristo, a habitação de Deus em espírito. O texto fala de um lugar real chamado Céu, a habitação de Deus, e Jesus falava de ir para o Pai, voltar e levar os discípulos para junto dEle para sempre.

I) Foi preparar lugar - O primeiro lugar que Deus preparou para o homem foi um jardim no Éden, lugar de delícias (Gn.2.8). Com a queda da raça, em Adão, fomos expulsos do jardim (Gn.3.23,24). Após o dilúvio, Ninrode bisneto de Noé, criou a cidade (Gn.10.8-12). Portanto, Deus criou o jardim e nós criamos a cidade. Com medo dos invasores levantamos muros, criamos leis (e hábitos) que nos protegem como o da propriedade privada; criamos armas para caçar animais e hoje caçamos nosso semelhante; criamos o avião para ajudar na locomoção e transorte, depois o transformamos numa arma, criamos ordens hierárquicas que massacram o nosso próximo, quando Deus só queria que vivêssemos como irmãos num jardim. Buscamos na cidade, nas leis, na tecnologia, no bem estar, na segurança, a paz, a liberdade e a comunhão que perdemos no jardim. Mas nossa paz, liberdade, justiça e igualdade não estão na cidade dos homens, mas no lugar que Jesus foi preparar.

II) Deus Escolheu Uma Cidade - Deus escolheu um homem, Abrão (Gn.12.1) e de sua descendência escolheu, um povo. Para Israel habitar escolheu uma terra: Canaã (Palestina) e dentre as cidades escolheu Jerusalém (Cidade da Paz). Em hebraico "Yerushalayim", o termo "ayim" fala de duplicidade, duas cidades. Os escritores do N.T. percebiam claramente esse dualismo e visto que a Jerusalém terrena vivia escrava, não demoraram para perceber que a cidade perfeita não se encontra aqui e começaram a anunciar a vinda da Jerusalém Celeste.

III) A Cidade de Deus e a Cidade dos Homens - Santo Agostinho foi o primeiro, depois das Escrituras, a falar sobre as duas cidades. Para Agostinho a cidade dos homens vai sempre se corromper, mas a Cidade de Deus permanece para sempre. Embora tenha dito num contexto diferente, o Bispo de Hipona tinha razão: (parafraseando M.Luther King) "se formos a Nova York, veremos arranha-céus mostrando toda a imponência da economia americana, mas não muito longe dali veremos no Bronx pessoas pobres, negras, marginalizadas...; se formos a Paris, Cidade das Luzes, o centro cultural do mundo, veremos a Torre Eifell com todo seu glamour, mas na periferia parisiense há um ódio rancoroso pelos imigrantes...; se formos a Londres, veremos o Big Bang marcando a hora do mundo, onde passa o Meridiano de Greenwich, veremos os palácios da alta burguesia inglesa, mas nos arredores de Londres há desabrigados e prostituição...". Em São Paulo, a Avenida Paulista com seus prédios imponentes, esconde a prostituição da "boca do lixo" e da "cracolândia" no centro velho; no Rio, a Ponte Rio-Niterói, o Corcovado, o Aeroporto Santos Dumont, o Leblom, Ipanema, contrastam com a pobreza das favelas como a Rocinha. Porque a cidade dos homens é desigual, injusta, imperfeita... Mas a Cidade de Deus é Perfeita. João viu a Cidade Santa descendo do céu como uma noiva ataviada. Tinha a mesma altura, largura e comprimento (2.200Km2). Lá não haverá injustiça, violência, corrupção, fome, peste, dor e nem luto haverá. Tem praça, tem rio, tem verde, tem fruto... Moradia, água, luz, roupas, alimento e tudo de graça. Nela não viu templo. É o fim das denominações.

Conclusão: Jesus foi preparar um lugar, uma cidade. No meio da cidade tem uma praça e no meio da praça um jardim, onde passa o rio da vida que sai do Trono de Deus e do Cordeiro (Ap. 22.1) e às margens do rio a árvore da vida dando seu fruto de mês em mês. Deus criou uma cidade, mas não esqueceu do Jardim. A paz perdida no jardim só se encontra no lugar que Jesus foi preparar para nós. Quem entrará?(Sl.15; Sl. 24.3-4; Mt. 25.21; Ap.22.14) Quem não entrará?(Ap. 21.8; Ap. 22.15).

Pr. Guedes

Maranata. Ora Vem Senhor Jesus!
Deus abençoe a todos.

domingo, 16 de janeiro de 2011

CULTO DO MANTO VERMELHO?! QUE CULTO É ESSE O VOSSO?

Prezados amigos, a intenção dessa postagem é denunciar o que há de mais novo em termos de inovação litúrgica "evangélica" e ser solidário a uma colega blogueira que viu sua filha imersa em um mar de confusão por aceitar o convite de uma amiga para conhecer sua "igreja". São os últimos dias, o fim dos tempos! Vigiemos, não há muito tempo e o Senhor breve virá!
Sabe, porém, isto, que nos últimos dias sobrevirão tempos penosos; pois os homens serão amantes de si mesmos, gananciosos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a seus pais, ingratos, ímpios, sem afeição natural, implacáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, inimigos do bem, traidores, atrevidos, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando-lhe o poder. Afasta- te também desses” (2 Timóteo 3:1-5).
"Pois haverá tempo em que não suportarão a sã doutrina; pelo contrário, cercar-se-ão de mestres segundo as suas próprias cobiças, como que sentindo coceira nos ouvidos" (2Tm4:3).
A espada virá sobre os mentirosos, e ficarão insensatos; a espada virá sobre os seus poderosos, e desfalecerão (Jeremias 50:36).
Quero compartilhar com os meus irmãos aqui da blogosfera um triste episódio ocorrido na semana passada. Embora há anos convertida ao Evangelho e ter conhecimento mesmo que teórico de um procedimento considerado comum de uma determinada igreja denominada cristã, eu nunca havia sentido na pele a dor que muito já sentiram ao entrarem num de seus milhares de templos. O fato ocorrido não foi comigo, mas me atingiu profundamente por ter sido com uma de minhas filhas. Sinto-me bastante desanimada e desestimulada diante de tudo o que tenho presenciado em nosso meio. Infelizmente alguns "supostos" pastores transformaram o evangelho de Cristo num circo ou Teatro, onde os protagonistas são homens amantes de si, cobiçosos, de torpe ganância, irreconciliáveis, sem afeto algum, tendo aparência de humildade, mas negando a própria.
Numa certa manhã da semana supracitada, uma de minhas filhas acordou me dizendo que sonhou que estava preste a ser assaltada e não conseguia sair daquela situação, era algo iminente, não tinha para onde correr, com medo do seu sonho me chamou para orar junto a ela no seu quarto. No decorrer desse dia, uma de suas amigas ligou para convidá-la a conhecer a sua igreja. Quando ela me informou qual seria a igreja eu pensei: (meu Deus ela sonha que o roubo era inevitável e agora vai para esta denominação ?) mas não falei nada, até para não assustá-la .Ao chegar na tal igreja a sua amiga amarrou uma fitinha em seu braço, e lhe disse para não tirar, até que a mesma se parta sozinha, sendo assim todo o mal seria cortado. Em seguida começou a reunião denominada como culto de libertação. A primeira ação do pastor foi a de pedir para que ofertassem com a menor nota que tivessem na carteira, mesmo que fosse com 5 reais, e posteriormente com a maior nota. Logo após esse apelo financeiro, ungiram todos os presentes na testa, na nuca e no topo da cabeça. A oração foi bem diferente de tudo o que ela já viu em sua vida, pois começaram chamando todas as entidades malignas, sugerindo (Sugestão) que se manifestassem, isso por mais de meia hora.Várias pessoas supostamente endemoninhadas se manifestaram aos gritos. Em paralelo a isso o tal “pastor” mandou que todos levassem as suas ofertas à frente, mas teriam que passar por debaixo de um pano vermelho, que haviam acabado de estender por toda igreja.
Pensou ela: não vou passar por debaixo disso, isto é macumba. Ao fingir sede, levantou-se para beber água e ao sair escutou o tal pastor dizer que a pomba gira estava tirando-a de dentro da igreja. Ao se entristecer com a afirmação, ela nem olhou para trás e chorando me ligou dizendo que o dito cujo havia dito que ela estava endemoninhada.Orientei a ela ficar quieta e vigiar todo tempo com a sua mente. Começaram a passar o manto e tinha uma música de fundo terrível de suspense, e no mesmo momento o pastor gritava: manifesta Exu, tranca rua e pomba gira. Apagaram a luz e o que se ouvia era só gritaria debaixo do manto vermelho. Várias pessoas fingiram estarem manifestadas e após a retirada do manto os obreiros levaram os supostos endemoninhados pra frente com intuito de entrevistá-los, o cardápio era completo.
O “tal pastor” começou a falar de justiça, e logo soltaram uma música de fundo que era aquela da Ivete (poeira) só que no lugar de poeira cantavam justiça. Dizia que levaria para o (Tribunal Superior de Justiça??) as petições de todos os presentes, enquanto os presentes dançavam e cantavam, mas sem nunca esquecer de pedir dinheiro em forma de sacrifícios ou ofertas em todo tempo. À noite de absurdos foi longa e não da para por tudo aqui, mas o que chamou mais a atenção de minha filha é que em momento algum se leu a palavra de Deus, nenhum versículo se quer, e quanto aos "supostos endemoninhados", nenhuma pessoa recebeu a tal da libertação que o culto propõe, afinal era noite de libertação.
Por que estou indignada?? Porque criei minha filha dentro do Evangelho puro e simples de Jesus, um Evangelho sem barganhas, sem métodos, sem encantamentos. Minha filha foi pra lá bem, e saiu de lá assustada, nervosa, chorando muito, falando alto em um tom de desespero. Tivemos um trabalho enorme para consertar tudo que foi destruído com sua ida naquele lugar. Por isso fica aqui minha indignação! Por tudo que temos presenciado nestes últimos dias! Dias trabalhosos e difíceis, onde não se prega mais o Evangelho, mas se prega a mentira e o terror no intuito de arrancar tudo das ovelhas, sem se importarem com o mal que estão causando a muitos.
Lamentável.

Maranata. Ora Vem Senhor Jesus!
Deus abençoe a todos.

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

ORAÇÃO PELO MEU FILHO DANIEL

Prezados, estive ausente alguns dias da blogosfera para assistir meu filho Daniel em uma cirurgia. Um pequeno acidente quando passávamos férias no Rio de Janeiro e muitos transtornos para operá-lo por lá (o que não foi possível), nos trouxeram de volta para São Paulo. Quero agradecer a todos que oraram pela saúde do meu filho e também agradecer ao casal Theógenes e Esther que nos hospedaram na Tijuca, ao Paulo, todos membros da Igreja Maranata,  e ao jovem Tenente Gabriel, da igreja Academia da Fé, que socorreram meu filho, e aos demais cujos nomes não lembro agora, mas que foram solidários à minha dor, seja por telefone, por email ou visitando-nos no hospital.

A história é longa e traumática para mim. Prefiro não detalhar. Estou postando este texto para pedir oração a todos e dizer que em breve estarei de volta.

Maranata. Ora Vem Senhor Jesus!
Deus abençoe a todos.

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

KIT HOMOFOBIA. VOCÊ É CONTRA OU A FAVOR?

Prezados Leitores, quero ser solidário à luta do Pastor Anselmo Melo, do Blog A Pedra, que publicou a matéria abaixo e está convocando todos os interessados na cessação da distribuição do kit contra a homofobia nas escolas de nosso país. Ao assistir o vídeo abaixo, vocês poderão decidir livremente se assinarão ou não o documento da petição pública. De minha parte reputo o vídeo como uma vergonha e acrescento que os primeiros pronunciamentos do atual governo apontam para a aprovação do tão famigerado PNDH3, tantas vezes aqui denunciado como plano do PT para agradar as exigências da ONU.

Abaixo o texto do Pastor Anselmo:

Meu irmão. Precisamos passar da mera denúncia a ação. Ao clicar no título da matéria você será direcionado a página de uma petição pública com um abaixo assinado. Preencha posicionando-se contra a distribuição do kit gay. Transmita a seu amigos. Reproduza a matéria e o link com o abaixo assinado em seu blog e em todos os meios eletrônicos que você dispuser. Essa é uma ação em favor da preservação da família.Não precisa citar meu blog. Essa causa é de todo CRISTÃO!

Comentário: Quero aqui deixar bem claro, antes de mais nada, que eu pessoalmente não tenho nada contra os homossexuais. Tenho inclusive alguns amigos que se encaixam nesta categoria, pois a escolha é pessoal. Mas daí para incentivar crianças pequenas a serem homossexuais, isto é uma questão muito diferente.

"Encontrando Bianca" é um dos vídeos que integram o "kit contra homofobia" que o Ministério da Educação (MEC) planeja enviar para seis mil escolas de ensino médio de todo o país. Ele o vídeo, foi exibido durante seminário sobre o tema na Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados no final do ano de 2010.

Um convênio firmado entre o Ministério da Educação (MEC), com recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), e a ONG Comunicação em Sexualidade (Ecos), produziu o kit de material educativo composto de vídeos, boletins e cartilhas com abordagem do universo de adolescentes homossexuais que será distribuída para 6 mil escolas da rede pública em todo o país do programa "Mais Educação".

O trecho do debate incluindo o vídeo "Encontrando Bianca" pode ser visto abaixo. Este vídeo foi divulgado pelo deputado Jair Bolsonaro (PP/RJ) em seu canal no YouTube. "Esse kit tem título de combate à homofobia mas, na verdade, é um estímulo ao homossexualismo, um incentivo à promiscuidade", disse Jair Bolsonaro durante o encontro.

O resumo da história do vídeo: "um menino chamado Ricardo de 9 anos entra no banheiro da escola e, observa seu coleguinha fazendo xixi, ele se sente atraido pelo coleguinha e declara seu amor por ele. Na sala de aula, a tia o chama pelo nome, Ricardo, mas ele retruca, meu nome é BIANCA. No final estimula as crianças a assumirem sua identidade homossexual, e, a cartilha afirma que esta é uma atitude correta a ser tomada dentro de sala de aula."

Em Campo Grande, sob o comando do presidente da Câmara, Paulo Siufi (PMDB), vereadores querem proibir a distribuição do kit. Está aí um belo exemplo a ser seguido!!! Enquanto isto vemos de todos os lados uma artilharia contra o deputado Jair Bolsonaro, o acusando de homofóbico e inclusive que estaria sugerindo a violência contra homossexuais. Eu sou da opinião que cada um, dentro do limite do bom-senso é claro, educa seus filhos da maneira como quiser. Agora querer se intrometer na educação alheia e tentar mostrar quão bom é ser gay, e que isto é normal, já foi longe demais. Querer calar críticos usando o adjetivo de homofóbico é a mesma coisa que chamar aqueles que denunciam Israel como anti-semitas.

PARA OUVIR MELHOR, DÊ UMA PAUSA NA RÁDIO DO BLOG


Ao clicar em http://www.peticaopublica.com.br/PeticaoAssinar.aspx?pi=PROL você será direcionado para um abaixo-assinado contra a distribuição do "kit".

Maranata. Ora Vem Senhor Jesus!
Deus abençoe a todos.

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

AGUA BENTA POR OFERTA DE 50, 100 E 1.000 REAIS

Mais uma promoção imperdível! Fruto do marketing agressivo e descabido das igrejas neopentecostais emergentes. Água abençoada por um homem tem poder para mudar a vida de uma pessoa. E o Evangelho onde fica? E as palavras do Senhor Jesus? O sacrifício da Cruz, o sangue derramado no Calvário? E a esperança da Sua Vinda em Glória para arrebatar a Igreja? E o "negar-se a si mesmo, tomar a sua cruz e seguir-me" onde tem lugar? Ao assistir o vídeo, prestem atenção nas palavras do apresentador e em sua insistência na expressão: "Somente um gota dessa água, mudará a sua vida".

Senhoras e senhores, esse tipo de "evangelho" é desprezível!


Acesse: http://www.youtube.com/watch?v=IdSJMV9G7m8&feature=player_embedded


Maranata. Ora Vem Senhor Jesus!
Deus abençoe a todos.

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

VOCÊ CONHECE O PODER DA GARRAFADA?

Prezados Amigos e Leitores, descobri o vídeo abaixo no blog do meu amigo, Missionário e Pastor Durval, que serve a Deus no Timor Leste. 

O pastor do vídeo alega que no tempo dos apóstolos não havia teologia, escatologia, homilética ou filosofia e que os apóstolos não se utilizavam dessas matérias. Meu Deus, quanta ignorância! Basta ver a composição do lindo Sermão da Montanha pregado pelo Senhor Jesus (Mt. 5, 6 e 7); a forma belíssima com que Paulo apresentava seus sermões que fez com que seus ouvintes, certa vez, o chamassem de Mercúrio, deus romano encarregado de levar as mensagens de Júpiter,  associado a Hermes, deus grego que interpretava as mensagens dos deuses, de onde vem a palavra hermenêutica (At. 14.12); a performance de Paulo no Areópago, disputando com filósofos epicureus e estóicos, revela como seu sermão tinha começo, meio e fim e como era habilitado para expor o Evangelho frente as filosofias de seu tempo (At. 17.18-22). Na verdade Paulo tinha os dois: sabedoria e poder de Deus! A escatologia naqueles dias era abundante e nas páginas da Bíblia inclusive (são tantos os versículos que não dá para citá-los, mas temos escatologia em Romanos, em I e II Coríntios, I e II Tessalonicences, em I e II Timóteo, em Atos dos Apóstolos e nos outros livros). Temos escatologia em Cristo (nos evangelhos e no Apocalipse), em Paulo, em Pedro, em João, em Judas e em Tiago. 

Vestindo branco e com uma linguagem semelhante ao baixo espiritismo, faz alusão a despachos na sexta-feira, ao "coração do amor", para abrir as portas e arranjar casamento, e à "gruta dos milagres". Com declarações do tipo "meus pensamentos entram lá no sétimo céu" o líder arrebanha uma multidão de gente incauta que nunca terão um encontro real e verdadeiro com a Graça, posto que, em nome da ignorância e tendo os olhos vedados acerca da Verdade, "vendem" suas almas e sua fé em troca de um milagre que foi prometido pelo "reverendo". Em 3 minutos e meio de "mensagem" não vi ou ouvi nenhuma citação bíblica. 

O que estão fazendo em nome do Evangelho de Cristo, é deprimente! Aliás, isso não é e nunca foi Evangelho de Jesus Cristo!


Acesse: http://www.youtube.com/watch?v=D4sMJbK5-cY&feature=player_embedded


Fonte: http://msdurval.blogspot.com/2011/01/garrafada-do-poder-so-e-enganado-quem-e.html

Maranata. Ora Vem Senhor Jesus!
Deus abençoe a todos.

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

COMECE BEM 2011 COM A UNÇÃO DO CELULAR

Prezados leitores, seus problemas acabaram! Tenho lido muitos conselhos de grandes amigos blogueiros e mensagens de bom início de ano, mas nada se compara ao que vocês verão a seguir. Caso seu celular seja ungido na denominação dos pastores que aparecem no vídeo, seus credores não lhe cobrarão mais e seu telefone só vai tocar para coisas boas.

Vejam a que estão reduzindo o Evangelho de Jesus Cristo!


Acesse: http://www.youtube.com/watch?v=ws4mAjlHlJ4&feature=player_embedded

Maranata. Ora Vem Senhor Jesus!
Deus abençoe a todos.

DITADURA GAYZISTA EM SÃO PAULO E NO BRASIL (PROJETO DE LEI ESTÁ PARADO DESDE 30.08.08)

Imagem extraída de noticiario-evangelico.blogspot.com

Prezados leitores, tomei conhecimento, por um amigo, que está parada na Assembléia legislativa de São Paulo o PL 1068/2007, de autoria do Deputado Waldir Agnello, que busca revogar a famigerada lei estadual paulista 10.948/2001 (a lei paulista da homofobia). Após parecer favorável da Comissão de Constituição e Justiça, o projeto foi encaminhado para a Comissão de Direitos Humanos, onde também teve parecer favorável, mas não é votado pela Comissão desde o dia 30 de agosto de 2008. O andamento do projeto pode ser verificado no seguinte link:

Será que os nossos deputados estaduais evangélicos eleitos terão iniciativa de denunciar isso e trabalhar pelo encaminhamento do projeto em questão? Por que esse projeto está parado desde 30 de Agosto de 2008 se tem parecer favorável da CCJ e também da Comissão de Direitos Humanos? Se essa lei tivesse sido aprovada, teria livrado o apresentador da Rede Bandeirantes de Televisão e muitos futuros pastores paulistas que pregam contra o homossexualismo? Estou falando de liberdade de expressão e não de perseguição aos gays. Afinal, há ou não há uma "ditadura gayzista"? E a Igreja vai se calar ou vai influenciar com o bem para o bem do Evangelho? 

Abaixo o Projeto de Lei.



PROJETO DE LEI Nº    1068 , DE 2007

Revoga a Lei  nº 10.948, de 5 de novembro de 2001, que dispõe sobre as penalidades a serem aplicadas à prática de discriminação em razão de orientação sexual e dá outras providências.




A ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE SÃO PAULO decreta:


                        Artigo 1º - Fica revogada a Lei nº10.948, de 5 de novembro de 2001, que dispõe sobre as penalidades a serem aplicadas à prática de discriminação em razão de orientação sexual.

                        Artigo 2º - Esta lei entra em vigor na data de sua publicação.



JUSTIFICATIVA



                        A Lei n° 10.948, de 5 de novembro de 2001, é manifestamente inconstitucional, por expressamente contrariar o artigo 5° da Constituição Federal ao qual estabelece os direitos e garantias fundamentais individuais e coletivos, haja vista que nossa constituição não distingue homens ou mulheres de heterossexuais ou homossexuais, estabelecendo que todos, “todos” são iguais perante a lei. Com essa previsão não há que se falar em legislar exclusivamente para uns e não para o todo. Ademais o Código Civil utiliza o termo “pessoa”, mais uma vez garantindo a todos o direito e o dever plenamente equiparado.
                        Claro está, que a lei 10.948, contraria a Constituição Federal, desigualando-se os iguais, com o que nomeia “manifestação atentatória ou discriminatória praticada contra homossexual, bissexual ou transgênero”, não havendo uma balança que iguale a todos os brasileiros.  Para a lei n° 10.948, iguais são os homossexuais, os bissexuais ou os transgêneros e segundo a norma a simples manifestação atentatória a qualquer dessas pessoas já é passível de punição. 
                        A Constituição Federal preserva e quer garantir a inviolabilidade do direito dentro da igualdade, não cabendo a essa Assembléia Legislativa desigualar quem a Carta Magna igualou.
                        Diante do exposto, com a finalidade de garantir a igualdade dentro do Estado de São Paulo, conto com o apoio dos nobres parlamentares para a aprovação do presente projeto de lei.



Sala das Sessões, em 13-9-2007




a)  Waldir Agnello - PTB


Documento
Projeto de lei   (visualizar documento Documento preparado / numerado)
No Legislativo
1068 / 2007
Ementa
Revoga a Lei nº 10.948, de 2001, que dispõe sobre as penalidades a serem aplicadas à prática de discriminação em razão de orientação sexual.
Regime
Tramitação Ordinária
Indexação
BISSEXUAL, DIREITO DO HOMOSSEXUAL E DO TRANSEX, DIREITOS HUMANOS, DISCRIMINAÇÃO, DISCRIMINAÇÃO SEXUAL, HOMOSSEXUAL, HOMOSSEXUALIDADE, HOMOSSEXUALISMO, LEI ESTADUAL 10948/2001, ORIENTAÇÃO SEXUAL, PENALIDADE, TRANSEXUAL
Autor(es)
Waldir Agnello
Apoiador(es)

Situação Atual

Pareceres

Nº Legislativo
Resultado
Resumo
Relator
Comissão
Ver
1
3060 / 2008
favorável
favorável
André Soares
Comissão de Constituição e Justiça
 (visualizar documento )
1
3061 / 2008
favorável
favorável
Gilmaci Santos
Comissão de Direitos Humanos




sábado, 1 de janeiro de 2011

O APRESENTADOR JOSÉ LUIZ DATENA, DA REDE BANDEIRANTES, É CONDENADO POR HOMOFOBIA!

Datena
Queridos leitores, venho dizendo há anos que o debate sobre a questão da homofobia está apenas começando no Brasil e que lamento muito que as igrejas tenham feito vistas grossas e não deram a devida atenção que o tema sempre mereceu. O Dr. Belcorígenes discorre muito bem sobre o assunto e sua defesa se dá pelo prisma da liberdade de expressão, afirmando a existência de uma ditadura gayzista, coisas que já tratamos aqui anteriormente. 

O senhor Luiz Mott, maior líder gay no Brasil, disse certa vez:  "As igrejas cristãs, em geral, têm as mãos sujas de sangue, pela intolerância que divulgam nos púlpitos e nas televisões. Elas fornecem munição ideológica para aqueles que têm ódio de homossexuais, fazendo com que esse ódio aumente. Vai chegar uma época em que o papa e essas igrejas vão pedir desculpas de joelhos aos homossexuais, como a igreja já pediu desculpas aos judeus, negros e índios".

Corroborando com o pensamento de Ronald Dworking, transcrito abaixo, só uma pergunta: Por que os gays não sentem-se ofendidos pelas figuras bizarras apresentadas no programa Zorra Total da Rede Globo de Televisão? Por que não acionam na justiça a poderosa rede de tv?

Abaixo o texto (editado) do Dr. Belcorígenes:

"O apresentador José Luiz Datena foi condenado a uma advertência pela Secretaria da Justiça de São Paulo, no processo administrativo que a Defensoria Pública move contra ele por “discriminação homofóbica".  O processo partiu de uma reportagem no programa “Brasil Urgente” durante a qual Datena usou expressões como “travecão butinudo do caramba” ao falar de um travesti.  A informação é da coluna Mônica Bergamo, publicada na Folha de São Paulo na última segunda-feira (27/12).  "Não houve discriminação.  Falei sobre a agressão depois da briga, onde o travesti empurrou o cinegrafista e não sobre a opção sexual da pessoa”, disse Datena.  A Defensoria vai recorrer pedindo que Datena seja multado em R$ 246 mil" [1].

Lembro-me de outro apresentador de televisão que foi “demitido por telefone” sob alegação similar e depois saiu da TV brasileira, mudando-se para Portugal.  Há algum tempo em entrevista televisiva ele afirmou que dentre as “ajudantes de palco” no seu programa no Brasil existiam dois transexuais, coisa que ninguém sabia.  Olha o paradoxo:  o rapaz empregava legalmente dois homossexuais e era acusado de homofóbico.  Vai entender…
Contudo, é possível sim entender:  trata-se de um tipo orquestrado de histeria coletiva das chamadas “minorias pseudo-perseguidas”.  Se isso vai ser a regra a partir de agora neste Brasil, que tal incluir dentre as tais minorias os judeus ortodoxos, os cristãos conservadores, os índios pataxos, os negros albinos, e os orientais nas paródias no cinema e na televisão.
Ronald Dworkin disse:  “O Estado poderia então proibir a expressão vívida, visceral ou emotiva de qualquer opinião ou convicção que tivesse uma possibilidade razoável de ofender um grupo menos privilegiado.  Poderia por na ilegalidade a apresentação da peça o mercador de Veneza, os filmes sobre mulheres que trabalham fora e não cuidam direito dos filhos e as caricaturas ou paródias de homossexuais nos shows de comediantes.  Os tribunais teriam de pesar o valor dessas formas de expressão, enquanto contribuições culturais ou políticas, contra os danos que poderiam causar ao status ou à sensibilidade dos grupos atingidos” [2].
O Grupo Gay do Estado da Bahia pode afirmar que Jesus Cristo era gay, porém quando os cristãos afirmam exatamente o inverso é discriminatório?  Que justiça de dois pesos e duas medidas é esta?  O que há é uma justiça oficial e vendida aos holofotes da mídia chique, que distribui Medalhas Oficiais para quem defende um circo de horrores em avenida pública, uma verdadeira defenestração da imagem humana, chamada “passeata gay”.  Medalhas para quem defende a família e a monogamia não existem.  Só cadeia e multa.  Não é a toa que a nossa balança de exportação de aberrações sexuais seja superavitária, além de sermos um destino preferido para o turismo sexual, pedofílico principalmente.  Aliás, desde a colonização, nada mudou neste sul do Equador.
A questão é a seguinte:  cada um tem o direito de defender a ideologia que quiser, seja ela pró ou contra qualquer coisa (desde que lícita).  Mas o Estado não pode violentar a liberdade de pensamento e de expressão dos seus cidadãos, pois isso equivale a estabelecer um ilegítimo tribunal cultural.  Conheço um líder cristão que está fora do Brasil, pois foi ameaçado por grupos homossexuais brasileiros que querem promover uma batalha de processos e violências contra ele.  É o imperialismo gayzista que almeja CALAR toda voz discordante, enquanto tenta PURIFICAR com a Vara do Estado o mundo dos insuportáveis heterossexuais convictos.  Aliás, quem ainda tem a coragem de possuir e defender convicções neste mundo de ambigüidades convenientes?
Sou contra qualquer incitação de violência ideológica ou física, porém cercear a livre manifestação do pensamento é um retorno à idade das trevas.  Deus nos livre destes radicais da mordaça.  Viva a liberdade.
Fonte:  Dr. Belcorígenes de Souza Sampaio Júnior é advogado, professor de Direito Constitucional e Hermenêutica Jurídica, Mestre em Direito pela UFPE, Mestre em Direitos Fundamentais (D.E.A.) pela UBU/Espanha, doutorando (em fase de depósito de Tese) em Liberdades Públicas pela UBU/ Espanha.
[1]http://noticias.bol.uol.com.br/entretenimento/2010/12/27/datena-e-condenado-em-processo-por-discriminacao-homofobica.jhtm
[2] DWORKIN, Ronald. O direito da Liberdade: a leitura moral da Constituição norte-americana. Trad. M. Brandão Cipolla. São Paulo: Martins Fontes, 2006.
Extraído do Blog A PEDRA, do meu Amigo Pr. Anselmo Melo 
Maranata. Ora Vem Senhor Jesus!
Deus abençoe a todos.