terça-feira, 31 de agosto de 2010

APÓSTOLO MIGUEL ÂNGELO, UM FALSO PROFETA?



Resultado de imagem para IGREJA CRISTO VIVE MIGUEL ÂNGELO

Já há algum tempo que queria escrever sobre os atuais falsos apóstolos, mas não tive tempo de pesquisar, por isso ao encontrar esse estudo, resolvi postá-lo. Conheçam mais um daqueles se "dizem ser apóstolos e não são" (Ap. 2.2). Miguel Ângelo é fundador da Igreja Apostólica Cristo Vive, com sede no Rio de Janeiro. Esse artigo é de autoria do Pr. Renato Vargens e foi extraído do Genizah.  

Um dos denominados apóstolos que mais tem se destacado pela propagação de doutrinas escusas é o angolano Miguel Ângelo, que apesar de possuir tantos títulos e “doutorados”, tem conduzido a Igreja de Cristo a desvios doutrinários absolutamente equivocados.

Para início de conversa Miguel Ângelo arroga para si ter tido revelações especiais do próprio Deus, e com essa unção única expõe suas doutrinas a esta geração. Veja o que ele afirma em um dos seus livros:

Eu estou pregando e ensinando o que nunca ninguém pregou, porque ninguém sabia disto”. “Esta é a razão da minha existência na obra de Deus, pregar com tenacidade nas rádios, na TV, nos púlpitos e em todos os lugares aonde vou.” (Predestinação Uma Visão de Deus, p. 16, volume XIV, Série Crescendo em Graça).

Pela primeira vez no Brasil em cento e cinqüenta anos de evangelho, se manifesta esta palavra de graça que vai colocar a igreja de Jesus no seu devido lugar.” (Rudimentos de Obras Mortas, p. 32, volume 24, Crescendo em Graça)

Se não bastasse isso esse falso profeta tem ensinado a PRÉ-EXISTÊNCIA DOS HOMENS - ANJOS QUE TOMARAM CORPOS. Para o Apóstolo Miguel Ângelo os homens eram anjos que se tornaram homens. Veja a sua interpretação apostólica no texto abaixo:

“Onde estavas tu, quando eu lançava os fundamentos da terra? Faze-mo saber, se tens entendimento. Quem lhe fixou as medidas, se é que o sabes? Ou quem a mediu com o cordel? Sobre que foram firmadas as suas bases, ou quem lhe assentou a pedra de esquina, quando juntas cantavam as estrelas da manhã, e todos os filhos de Deus bradavam de júbilo?”. Jó 38:4-7

Segundo Miguel Ângelo, o livro de Jó dá um aspecto muito similar entre o anjo e o filho de Deus.

"Já começamos a perceber que nós, filhos de Deus, pertencemos aquele um terço de anjos que receberam corpo, mas que antes estavam lá, rejubilando, no ato da criação. Éramos anjos desde antes da fundação do mundo, tínhamos corpo angelical. Esta parte composta por anjos revestidos de corpo físico, uma parte são judeus herdeiros por eleição, outra parte são gentios predestinados, os quais preparou de antemão para a salvação por herança.” (Ministério dos Anjos, p. 4, série Crescendo em Graça, 3o. edição, volume XI).

Miguel Ângelo para justificar que éramos preexistentes como anjos e que tomamos corpo humano, cita a passagem de Gênesis 1.26 como se nós fôssemos criados à imagem dos anjos e não à imagem de Deus.

Vale lembrar que, quando Deus disse, façamos o homem a nossa imagem e semelhança, Ele estava falando com serafins e querubins.”. Continua Miguel Ângelo a revelar nossa preexistência como anjos: “Nós temos uma pré-existência como anjos, e além do mais, temos privilégio de ser revestido de carne, tendo, portanto, a medida de homem e de anjo.” “O meu tempo foi em 1953, quando nasci. O meu espírito, este ser angelical se revestiu de carne. E assim foi com cada um dos filhos de Deus, no seu devido tempo.”... “Portanto, em termos espirituais, nós somos anjos, os quais Deus permitiu que tivessem corpo. Infelizmente, muitos desconhecem esta revelação e até têm receio de falar a respeito.”

Esse profeta da mentira ensina também que SOMOS DEUSES:

"Já era uma grandeza sermos ao mesmo tempo anjos e homens, mas temos uma condição maior ainda: somos deuses. Há membros do povo de Deus, dizendo que o Salmo 82 é dos mórmons. Mas eu quero dizer que este Salmo é nosso. Salmo 82.1, 6: Deus assiste na congregação divina. Eu disse: Sois deuses. Sois todos filhos do Altíssimo.”... “Ele nos criou para nos portarmos como deuses, ou seja, tendo a imagem e semelhança dele.” (Ministério dos Anjos, p.61, série Crescendo em Graça, 3a. edição, volume XI).

Como deus que é, Miguel Ângelo escreve sobre sua autoridade: “A doutrina da graça de Deus me revelou uma convicção tão grande que eu, a toda hora, estou dando ordem aos anjos.

Para piorar a situação esse falso profeta excluiu o batismo de seu credo doutrinário, casou-se novamente, sem explicar os reais motivos do seu divórcio, além de propagar doutrinas anticristãs e antibíblicas cujo foco é a exaltação de seu próprio nome e ministério.

Isto posto, afirmo que Miguel Ângelo, não é um pastor evangélico e nem tampouco os seus ensinamentos são cristãos.


Maranata. Ora Vem Senhor Jesus!
Deus abençoe a todos.

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

EDIR MACEDO DEFENDE O ABORTO COMO FORMA DE "PLANEJAMENTO FAMILIAR"

Prezados leitores, acabei de receber esse vídeo de um amigo. Causou-me asco ouvir o bispo e fundador da Igreja Universal falando acerca do assunto de uma forma tão irresponsável, desumana e anticristã. A frieza dos argumentos são de causar espanto e indignação. E ainda diz que muitos "colegas" de outras igrejas defendem também a prática do aborto como ele. Esses "colegas" são tão asquerosos quanto sua opinião. 

Tenho vergonha de ter um senhor desses como referencial para muitos evangélicos. Que igreja é essa que defende o aborto?!!! Vamos acordar! O homem quer reconstruir o templo de Salomão, dentro em breve quererá ser "rei" sobre os evangélicos. 



Misericórdia!!!

Maranata. Ora Vem Senhor Jesus!
Deus abençoe a todos.

sábado, 21 de agosto de 2010

MATÉRIA DA ÉPOCA: NOVA REFORMA?! ONDE?!

Enquanto esperava para ser atendido por um amigo na recepção de seu escritório, deparei-me com a matéria da Revista Época sobre uma suposta Nova Reforma Protestante. Outro dia li rapidamente no Pavablog, blog do Pavarini, comunicólogo incansável. Ontem um amigo da Igreja da Lapa, enviou-me a matéria completa para uma reflexão mais apurada. Na verdade, já tinha minhas inquietações nas primeiras leituras rápidas que fiz.

Alguns poucos supostos "intelectuais" evangélicos brasileiros (ainda que neguem, posto que está na moda para essa gente negar que são evangélicos) recém-criados pela própria mídia que ora eles detonam, agora arrogam-se de novos detentores da verdade. Como disse o Dr. Caio Fábio no Youtube: "não são protestantes, são reclamantes, não têm compromisso com o Evangelho e gostam do clubinho, gostam da brincadeirinha" e emenda: "eu ainda estou aguardando a conversão de vocês ao Evangelho".

Também sou crítico do evangelhgo neopentecostal, dos jargões infames, dos chavões do evangeliquês, do evangelho apresentado na mídia: mascarado, caricato e adulterado. Mas, aqui pra nós, não há nada de novo. É isso mesmo! Mudaram a roupagem, mas os atores são os mesmos, os nomes são os mesmos, apenas mudaram as máscaras de acordo com seus interesses. Que Reforma é essa que me afasta da ortodoxia? O Ricardo Gondim, apesar de sua capacidade intelectual (?) e inteligência em ordenar as palavras no papel, abraça o Teísmo Aberto e, ao mesmo tempo que propõe uma revisão dos conceitos de Onipotência, Onisciência, Onipresença e Soberania de Deus (segundo ele, herança das instituições que vêm desde a Idade Média), quer nos empurrar para os braços do seu novo affair: o ecumenismo pregado no atual metodismo, onde frequenta salas e cadeiras como pós-graduado em Ciência da Religião. Ou seja, o Gondim prega uma Reforma às avessas, contrária à fé ortodoxa e que nos leva de volta para os braços de Roma. Já o Ed Rene Kivitz com sua "outra espiritualidade " ou "nova espiritualidade", defende igualmente o diálogo inter-religioso, outro nome para ecumenismo, enquanto o Ricardo Gouveia, Ariovaldo Ramos (também está embarcando nessa) e outros, pegam carona no denuncismo contra as igrejas neopentecostais (que são dignas de críticas) e   desenvolvem um discurso tido como "politicamente correto", atacando o cristianismo histórico denominando-o de religiosidade institucionalizada.

Acho mesmo que estão bem intencionados e que são homens de bem. Todavia, vivem uma vida fora da realidade brasileira. São burgueses comprometidos com suas próprias visões, gostam de posar de intelectuais na mídia evangélica, são presunçosos, mas se chegar um endemoninhado em suas igrejas não saberão o que fazer, porque nessas igrejas intelectualizadas não tem espaço para o pobre, nem libertação, nem cura para "os gadarenos". Eles brincam de "igreja-modelo", de "novo-paradigma", e desprezam as igrejas por onde passaram e os líderes com quem aprenderam e cresceram. Hoje, pós-graduados, doutores, esquecem suas origens, desdenham delas e desfilam toda sua vaidade nos artigos, nos livros e nas "academias evangélicas" e similares. E o pior: seus egos estão inflamados por serem tidos e reconhecidos por novos reformadores e nem se dão ao luxo de virem a público para rejeitarem o título que não merecem e que não fazem jus. Eles se acham mesmo reformadores, formadores de opinião, agentes históricos levantados por Deus para por fim a um ciclo da História da Igreja. Quanta presunção cabe em tão poucos corações humanos! Há pouca diferença entre eles e os que são objetos de suas críticas e infelizmente, com raríssimas exceções, lutam consciente ou inconscientemente para imortalizar suas obras.

Outro que vem ganhando destaque é o Pr. Elienai Cabral Júnior, que bebeu da fonte da teologia ibadiana (IBAD - Instituto Bíblico das Assembleias de Deus) em Pindamonhagaba, depois tornou-se  filhote do Gondim na Betesda. Extrai o texto abaixo do Púlpito Cristão, do querido Leonardo Gonçalves. Pelo teor do texto abaixo de autoria do Elienai Júnior, podemos avaliar que tipo de teologia esses novos "reformadores" estão fazendo com a Igreja: 


DEUS DE TÃO PERFEITO conheceu a plenitude do tédio. De tão cercado pelo idêntico a si mesmo, incapaz de dizer por que hoje não é apenas um reflexo de ontem, sem jamais ter sonhado com um outro dia, enfadado com a previsibilidade de um mundo impecável, inventou o amor. Ou seria, preferiu amar?[..] Deus, que do absoluto fugiu em desespero, que inventara o imperfeito, imperfeito se fez. Inventou-se entre os incertos. Aperfeiçoou a imperfeição. Humanizou-se entre humanos. De tão impreciso, despido das forças do absoluto, igualmente inapreensível, excepcionalmente frágil, tão vivo e tão morto, descortinou o absoluto como quem desnuda o que é mau. Imperfeito, salvou-nos da perfeição. (Elienai Cabral Jr.).




Infelizmente não está acontecendo nenhuma Reforma benéfica na igreja evangélica brasileira. A única coisa boa que está acontecendo, que consta na matéria da Época, é o evangelismo simples observado em Rondônia e a "subversão" popular de gente simples que não tem voz, status, poder ou dinheiro (como este editor) que através dos blogs pode falar a verdade sem pedir licença e apresentar seu ponto de vista em detrimento do elitismo intelectual que campeia o meio evangélico, entre outras coisas.

Maranata. Ora vem Senhor Jesus!
Deus abençoe a todos.

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

PROGRAMA MENSAGEM EFICAZ FALA SOBRE G12, CONFISSÃO POSITIVA E TEÍSMO ABERTO

A Assembleia de Deus, Ministério Belém, com Sede na Lapa, onde sirvo ao Senhor, tem um programa todas as terças-feiras às 22:00hs. Na última terça falamos sobre Heresias Internas Contemporâneas, como G12, Confissão Positiva e Teísmo Aberto. Convido os leitores a fazerem uma visita no endereço a seguir: http://adlapa.com/mensagemeficaz.asp ou no canal http://vimeo.com/mensagemeficaz/videos onde poderão assistir entrevistas com o Pr. José Prado Veiga, Pastor Setorial, Pr. Cássio Castelo, Coordenador de Missões, Pr. Jairo Cortez, Coordenador da EBD, Pr. Samuel Cardozo, Líder dos Jovens, Maestro e Escritor Nilton Didini Coelho, falando sobre Música, além de programas especiais com a pregação do Evangelho e o Especial Dia das Mães, com a Irmã Edna Veiga entrevistando algumas mães da igreja.

Sob apresentação do Pr. Renan Veiga e dos também entrevistadores José Antonio Gregório e Célio Zupelo, o programa tem sua marca na prioridade da Palavra e da Doutrina.

Maranata. Ora Vem Senhor Jesus!
Deus abençoa a todos.

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

ELEIÇÕES 2010 - SAIBA AQUI EM QUEM VOTAR

Recebi esse material, há poucos minutos, através de um email, e resolvi encaminhar aos leitores deste blog para que se conheça a grandeza da Democracia e a lástima que é a política partidária em nosso país. Alguns que aí constam tornaram-se evangélicos, mas não tiveram sequer a hombridade de mudarem os nomes, alguns infames, preferindo trabalhar com o rótulo que trouxeram do "mundão". O autor do email, não sei o porquê (mas imagino), pediu sigilo, por isso não revelo a fonte aqui.










Que Deus tenha piedade de nós!

Maranata. Ora vem Senhor Jesus!
Deus abençoe a todos.

terça-feira, 17 de agosto de 2010

DEU NA MÍDIA SECULAR: MAIS UMA DA RENASCER


A Igreja Apostólica Renascer em Cristo está entre as instituições religiosas que mais crescem no país. Fundada na sala da casa de Sônia e Estevam Hernandes, bispa e apóstolo da igreja, tornou-se em 24 anos um conglomerado de mais de 800 templos (espalhados pelo Brasil, por países da América Latina e Estados Unidos), escola, gravadora e emissoras de rádio e TV. Os eventos promovidos pela igreja reúnem milhares de pessoas. Mas, assim como os fiéis, proliferam na Justiça as ações contra a Renascer e seus dirigentes. A última delas vem do Ministério Público Federal (MPF), que acusa a Fundação Renascer, uma entidade assistencial ligada à igreja, de desviar R$ 1.923.173,95 recebidos do governo federal graças a dois convênios celebrados com a Fundação Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), órgão do Ministério da Educação.
Os acordos foram assinados em 2003 e 2004 e previam a alfabetização de 23 mil jovens e adultos e a formação de 620 professores. As dúvidas começaram em 2007, quando auditores da FNDE e da Controladoria-Geral da União (CGU)investigaram a aplicação dos repasses das verbas do Ministério da Educação para ONGs integrantes do programa Brasil Alfabetizado. Ao ser submetida à auditoria, a Fundação Renascer, para justificar gastos, apresentou uma lista de nomes de professores e alunos que teriam participado do programa de alfabetização. A lista não continha, porém, nenhum número de documento, como CPF, que comprovasse a existência das pessoas mencionadas. Foi rejeitada pela auditoria.

O caso foi então remetido para o Ministério Público Federal em São Paulo. A Fundação Renascer enviou ao MPF um cronograma de aulas de educação religiosa – recheado de erros de português – para tentar atestar a existência do curso. O roteiro incluía temas como “conhecer a Bíblia”, “a importância da fé e da fidelidade como filhos de Deus” e “a história de Neemias”. Indicou também testemunhas, que foram ouvidas pelo Ministério Público. Somente duas conseguiram comprovar que houve um curso de alfabetização e mesmo assim para apenas 300 alunos, muito longe dos 23 mil estabelecidos pelos convênios assinados com a FNDE. Outras testemunhas disseram ainda que o dinheiro do convênio depositado na conta da Fundação Renascer era sacado em espécie por pessoas não identificadas. Na ação, o procurador Sérgio Suiama pede que os responsáveis pela Fundação Renascer sejam condenados a devolver à FNDE os R$ 2 milhões relativos ao convênio, percam os direitos políticos por cinco anos e não possam mais assinar contratos com a União.

Documentos apresentados pela igreja para comprovar gastos foram rejeitados por auditoria do governo

“Eles não conseguiram comprovar que o dinheiro da FNDE realmente foi usado para alfabetizar adultos. Mesmo que uma pequena parte tenha frequentado aulas de religião, isso é irregular”, diz Suiama. Segundo Suiama, os temas das aulas mostram que a Renascer pode ter usado verba pública para difundir as crenças da igreja. “O cronograma das aulas de religião complica ainda mais a situação, pois o dinheiro do convênio nunca poderia ter sido usado para promover proselitismo religioso. A Constituição determina que o Brasil é um estado laico, não pode patrocinar nenhuma prática religiosa”, diz Suiama.

O principal alvo da ação do Ministério Público é o deputado estadual bispo José Bruno (DEM-SP), que era vice-presidente da Fundação Renascer e assinou os convênios com a FNDE em 2003 e 2004. Hoje fora da Renascer para montar sua própria igreja, o deputado José Bruno diz que jamais trabalhou no programa de alfabetização da fundação e só assinou os convênios porque os verdadeiros responsáveis, a bispa Sônia (presidente da fundação) e o apóstolo Estevam Hernandes, estavam ausentes. “Eu assinei os convênios porque Estevam e Sônia estavam fora do país”, diz ele. “Eu nunca toquei esse projeto e isso consta inclusive no depoimento de uma testemunha que diz que nunca tratou de assuntos desse programa comigo.” Segundo a CGU, Bruno teria atrapalhado o trabalho dos fiscais que foram verificar o destino do dinheiro dos convênios e evitou fornecer documentos à auditoria.

A Renascer, em nota, refutou “qualquer acusação de malversação de verbas públicas” e disse ter havido “apenas entendimentos errôneos da FNDE com relação a valores”. Disse que alfabetizou mais de 15 mil pessoas e anexou fotos com cenas de salas que supostamente seriam a prova da realização do programa de alfabetização. Quanto ao ensino religioso, afirmou que as cartilhas baseadas em assuntos da Bíblia “trouxeram resultados que superaram outras técnicas”. Disse ainda que as dúvidas levantadas sobre o trabalho da fundação vêm de “denúncias desleais, acusações sem provas” feitas por “pessoas sob suspeição absoluta” que teriam “claros interesses próprios em prejudicar a igreja”.

A bispa Sônia e o apóstolo Estevam foram presos em 2007 ao tentar entrar nos Estados Unidos com US$ 56 mil escondidos em uma Bíblia e um porta-CDs – eles haviam declarado ao Fisco americano que entrariam com apenas US$ 10 mil. Em dezembro do ano passado, eles foram condenados pela Justiça Federal a quatro anos de prisão e multa de R$ 150 mil cada um por evasão de divisas. Apresentaram recurso contra a condenação.

Fonte: Revista Época
Blog do Gutierres

Maranata. Ora Vem Senhor Jesus!
Deus abençoe a todos.